Mesa abre caminho para 5º processo

Na prática, a decisão dá início a um quinto processo contra Renan que agora passa a ser acusado de montar um dossiê para espionar os senadores Demóstenes Torres (DEM-GO) e Marconi Perillo (PSDB-GO) e posteriormente submetê-los à chantagem. O esquema de espionagem teria sido conduzido pelo assessor especial de Renan, o ex-senador Francisco Escórcio.

Demóstenes ficou sabendo do plano de espionagem por Pedrinho Abrão, empresário e ex-deputado por Goiás. Renan Calheiros responde a outros três processos no Conselho de Ética do Senado.

O primeiro processo -no qual era acusado de usar recursos da Mendes Júnior para pagar despesas pessoais- foi arquivado depois de o plenário do Senado rejeitar o relatória que sugeria a cassação do mandato de Renan por quebra de decoro.

Poder é transitório

Isolado e enfraquecido, Renan anunciou na quinta-feira passada que se licenciaria do cargo por 45 dias. Ele disse em pronunciamento para a TV Senado que não precisa do cargo de presidente da Casa para se defender. “O poder é transitório, enquanto a honra é poder permanente que não sacrifico em nome de nada”.

Enquanto estiver em licença, a presidência do Senado será ocupada pelo petista Tião Viana (AC) vice-presidente do Senado.

Os sinais de enfraquecimento de Renan ficaram evidentes na terça-feira da semana passada, quando 12 senadores -da base e da oposição- reforçaram os apelos para ele se afastar da presidência do Senado.

Entre eles estavam os senadores Aloízio Mercadante (PT-SP) e Eduardo Suplicy (PT-SP) -integrantes da base governista junto com o PMDB de Renan.

Até a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), que vinha desempenhando o papel de defensora de Renan, disse que a saída do peemedebista era desejável. “Quero deixar claro que há um sentimento, sim, senador Renan, crescente para um melhor andamento dos trabalhos. Não adianta querer tampar o sol com a peneira com relação ao sentimento da Casa”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email