Mercado Livre registra 5 milhões de novos usuários durante a pandemia

O Mercado Livre registrou um crescimento de 5 milhões de novos usuários em sua plataforma durante a crise do novo coronavírus. “Foi uma antecipação na mudança de comportamento do consumidor (do offline para o online). Nós tínhamos uma projeção do e-commerce, mas a pandemia antecipou esse momento”, disse Julia Rueff, diretora de marketplace da empresa, durante live promovida pelo Mobile Time.

Rueff explicou que o comportamento do consumidor mudou quando analisadas as categorias de produtos comprados. Em especial, a diretora do marketplace viu um crescimento forte no segmento de supermercados –categoria adicionada recentemente à plataforma.

“Em média, o e-commerce como um todo no Brasil representa 6% das vendas do varejo. No segmento de eletrônicos chega a 25%. Supermercado ainda engatinha, com o online representando 1% a 2%. Em moda é 4% e eles tiveram que entrar rapidamente no online, pois as lojas físicas estão fechadas. No geral, com 6% de penetração do e-commerce, a oportunidade de acelerar a digitalização é muito grande”, explica.

Outros segmentos cresceram

Além de supermercados, Rueff revela que outras categorias tiveram destaque no Mercado Livre durante a crise, como produtos para casa, cozinha, fitness e saúde. A diretora vê que a adesão de consumidores e empresas ao online é um caminho sem volta.

“A partir do momento que você experimenta a comodidade da compra online, acho difícil a regressão. E quanto mais gente confia e compra, mais estimulam outras pessoas a fazerem compras neste meio”, completou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email