Mercado imobiliário está agora bom para investir 

O investimento imobiliário vem demonstrando crescimento. Levantamento feito pela OLX, maior site e aplicativo de compra e venda online do País, registrou um crescimento de 10%  nas buscas de aluguel e vendas de imóveis em Manaus entre janeiro e abril deste ano em relação a 2018. Se você tem considerado comprar um imóvel para alugar, por exemplo, é preciso analisar algumas questões, uma delas é o retorno a longo prazo.

A presidente do Sindimóveis-AM  (Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Amazonas), Márcia Duarte das Chagas, afirma que vale muito a compra de um imóvel. Com o juros baixo a economia crescendo ela diz que espera-se a ampliação do mercado imobiliário e como os preços de imóveis para compra estão atrativos é uma ótima oportunidade para quem é investidor.

Apesar de nada comparado ao boom imobiliário ela sugere que a pessoa compre de preferência à vista. “Comprar à vista geralmente é melhor porque é impossível conseguir rentabilidade líquida semelhante aos juros do financiamento nas aplicações de baixo risco. Imóveis pequenos e bem localizados se valorizam mais do que a inflação e ainda geram bons rendimentos reais”.

Quem está considerando investir em um imóvel para alugá-lo, ela alerta que contabilize as despesas que terá com a compra do bem, para saber em quanto tempo poderá retomar o que investiu e em quanto tempo começará a ter lucro. E não pode esquecer que o imóvel desocupado gera custos: condomínio, manutenção, IPTU, taxa administrativa.

“Você deve observar antes de investir em um imóvel para ganhar com o aluguel. Compare o retorno com aluguel com o retorno da renda fixa. Nunca se esqueça do imposto de renda. Conheça as chances de o imóvel ficar vago por muito tempo. Verifique a qualidade do imóvel e de sua administração”, indica Márcia Chagas.

Ela disse ainda que é preciso considerar o tipo de imóvel que o investidor está querendo comprar para alugar. Atualmente os imóveis que têm sido mais alugados tem custo médio da locação entre R$ 1.200 a R$ 3.500. Conforme Márcia, a região mais procurada para a locação e venda de imóveis são os bairros de Adrianópolis, Parque 10, Aleixo, Vieiralves, Morada do Sol. 

“É importante também que quem procura fazer investimento de imóveis para locação tem que observar muito o perfil do cliente que ele quer para o imóvel dele”.

Mais opções

Os imóveis que se enquadram no programa Minha Casa Minha Vida, também estão no rol de opções disponíveis para investimento. A proprietária da Lauschner Negócios Imobiliários, Grauben Lauschner, conta que existem empreendimentos muito bem localizados como na região do Clube Municipal e na Cidade Nova. “É financiados com taxa de juros baixíssimas (de 4,5% a 7,9% ao ano) tendo valorização média de 30% até a entrega e cujo valor auferido em caso de aluguel ultrapassa o valor da parcela de financiamento, sendo, portanto, além de uma excelente oportunidade de negócios, uma maneira muito inteligente de formar patrimônio imobiliário”, apontou.

Opinião 

Algumas variáveis devem ser observadas antes de investir no mercado imobiliário. Quem avalia é a consultora financeira, Roberta Veras, ao explicar que a escolha  do imóvel e do investimento depende muito da fase de vida em que a pessoa se encontra. Se já possui estabilidade na vida, se já tem a casa própria, se ela tem conhecimento no mercado financeiro, esses fatores precisam ser levados em consideração. “Não adianta ter uma grande quantidade de dinheiro parado no banco e não saber investir”. 

Ela aconselha também que antes das pessoas investirem em mercado financeiro ou imobiliário, precisam ter uma reserva de emergência, equivalente a seis meses ou um ano, isso fica a critério da pessoa. Essa reserva financeira significa ter uma conta em algo que tenha uma liquidez imediata, algo que ela numa urgência possa retirar. Porque caso aconteça alguma coisa no futuro ela tem um dinheiro que ela possa de uma maneira rápida resgatar e cobrir as suas urgências. 

“Muita gente acaba comprando imóveis na planta como alternativa de melhor solução, só que quando nao tem reserva financeira no banco, no primeiro incidente, ela acaba perdendo esse financiamento. A ideia é ver um imóvel dentro das suas possibilidades. Se organizar para dar uma entrada, seja com o FGTS ou fazendo economias. O mercado está aquecendo e é uma oportunidade”, disse Roberta, acrescentando que o imóvel vale muito mais a pena quando a pessoa sabe o que ela quer a curto, médio e longo prazo. Ela ressalta que tem que ter um planejamento, porque a compra de um imóvel não é algo que você paga em cinco anos, então isso deve estar muito bem aliado. “Esse tipo de investimento é sinônimo de aposentadoria e de tranquilidade”. 

 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email