Mercado imobiliário do Amazonas fecha terceiro trimestre em alta

O mercado imobiliário no Amazonas vive um grande momento este ano. O terceiro trimestre fechou com o faturamento de R$ 723 milhões que compreende uma alta sobre as vendas obtidas de 25% em relação ao mesmo período do ano passado que contabilizou R$ 578 milhões. Os números são da Ademi-AM (Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas).

O setor vem apresentando uma sequência positiva nos números. No primeiro semestre de 2020 por exemplo o setor faturou R$ 426 milhões em vendas, um crescimento de 24,5%. O desempenho do setor segue firme apesar de um ano repleto de adversidades em função da pandemia.

Surpreso com os resultados,  o presidente da entidade Albano Maximo diz que o setor tem um parâmetro de chegar a um aumento de 23% este ano R$ 1 bilhão em vendas se comparado ao ano passado, ano em que o mercado faturou R$ 814 milhões.  E mesmo com a pandemia o setor se mantém aquecido até o momento. “Graças a mobilização que o setor teve no sentido de promover técnicas e sistemas e o governo federal ter considerado o mercado como indústria prioritária, nós estamos conseguindo atingir o valor que nós projetamos. É surpreendente. O mercado reagiu muito bem. O setor de construção a nível nacional está puxando os empregos e isso pra gente é um orgulho muito grande”.

Entre os fatores que contribuíram para o bom desempenho do setor imobiliário estão os trabalhos desenvolvidos a nível nacional em parceria com a Caixa Econômica Federal que mudou todos os processos de financiamento,  liberação de medições sendo rapidamente ajustados. 

Albano afirma que a pandemia fez as pessoas priorizarem a maneira de morar  levando em consideração as necessidades de buscar espaços maiores até mesmo em época de home office o que motivou as novas demandas. “Esse foco foi repensado pelas famílias. A busca por um novo estilo de morar. É isso que estamos percebendo”. 

Momento favorável

O diretor da Comissão da Indústria Imobiliária da Ademi-AM Henrique Medina, destaca que os imóveis de segmento econômico lideraram as vendas. Ele também reforça que  os  grandes benefícios ofertados para quem vai adquirir um imóvel impulsionaram os números “A carência para o pagamento das parcelas habitacionais, além da redução nos juros cobrados anualmente, tem feito as novas vendas apresentarem essas ganhos expressivos, sobretudo neste terceiro trimestre”. 

Ele lembra que apesar das vendas terem sido freadas nos meses de abril e maio, ou seja, abaixo da velocidade projetada, no mês de junho às comercializações foram retomadas, registrando números relevantes de vendas tanto em unidades habitacionais quanto nas comerciais. 

Previsão 

O setor pretende definir nas próximas reuniões as metas para o ano de 2021. A ideia é bater o propósito de 2020 que mesmo com um ano de bastante tribulações as metas devem ser alcançadas. “Devemos definir quanto e até onde a gente deve crescer no próximo ano”.

Vendas 

Das vendas no terceiro trimestre deste ano, 1.021 foram do padrão econômico, 261 nos demais padrões verticais, 105 em unidades horizontais e 20 unidades comerciais. Em relação às vendas dos bancos, foram vendidas 7 unidades do padrão econômico, 24 unidades dos demais padrões verticais e 5 unidades comerciais. As vendas líquidas das unidades residenciais verticais, comerciais e horizontais totalizaram 1.407 unidades.

As unidades residenciais vendidas, a tipologia com maior participação é a de 2 dormitórios. Em termos de metragem, as unidades com até 50 m2 representam a maior venda líquida, 76,5%.

Os bairros que representaram juntos 73% das unidades vendidas no 3º trimestre de 2020, foram: Lago Azul (274), Lírio do Vale (229), Tarumã (180), Parque Mosaico (153), Ponta Negra (98) e Parque 10 de Novembro (94).

Feira de Imóveis Online

A Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), em conjunto com a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), Open e participação das Ademis, e patrocínio da Caixa, realiza a maior Feira de Imóveis Online do país. Mais de 800 mil pessoas à procura de um imóvel. Mais de 190 anunciantes. Mais de mil ofertas em todo o Brasil.

Empresas do Amazonas estarão com grandes ofertas na Feira Online, que será realizada no período de 21 a 28 de novembro pela plataforma que estará disponível no período da feira www.feiradeimóveisonline.com.br.

Já são mais de 150 cidades confirmadas, incluindo Manaus; e a expectativa de 5 mil acessos por hora. A programação vai contar com apresentações de artistas nacionais em lives e para quem adquirir um imóvel na feira participará do sorteio de um carro 0 km.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email