Mercado eleva projeção para

O mercado financeiro ajustou para cima as projeções de inflação para este ano. Os analistas esperam que a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) terminará o ano em 3,75%, ante 3,72% da previsão anterior, segundo o boletim semanal Focus, divulgado na segunda-feira pelo Banco Central.
O IPCA é o índice oficial do governo para o sistema de metas de inflação. O centro da meta é de 4,5%, com margem de tolerância de dois pontos para cima ou para baixo. Para o próximo ano, o mercado financeiro aposta em um IPCA em torno de 4%.
A expectativa para o IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna) foi elevada de 3,46% para 3,48%. Já a do IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado) passou de 3,45% para 3,52%.
Sobre a expansão da economia brasileira, os analistas do mercado financeiro fizeram um pequeno ajuste. Eles apostam que o PIB (Produto Interno Bruto) terá uma expansão de 4,51%, ante 4,50% da previsão anterior. Para 2008, a expectativa foi elevada de 4,20% para 4,30%.
A previsão para este ano está um pouco abaixo da prevista pela autoridade monetária em seu ‘Relatório de Inflação’, divulgado no final de junho.

O Bacen prevê um crescimento em torno de 4,7%. Os analistas mantiveram ainda a projeção de que a Selic, a taxa básica de jurosda economia, termine o ano em 10,75% ao ano. Hoje, ela está em 11,5% ao ano, de acordo com a última reunião do Copom. A projeção para o superávit da balança comercial, que é o saldo positivo entre exportações e importações, sofreu uma leve correção, passando de US$ 43,8 bilhões para US$ 43 bilhões. Os analistas esperam ainda que o dólar esteja cotado a R$ 1,87 em dezembro, contra R$ 1,89 do levantamento anterior.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email