Mercado de veículos seminovos e usados registram incremento em maio

O mercado de  veículos seminovos e usados, no Amazonas, apresentou  alta de 10,5% em maio. Conforme o levantamento da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), considerando o mesmo período de 2020, o acréscimo chega a 191,5%.

Foram 9.974 unidades comercializadas, em relação aos 9.029 vendidos em abril.  De acordo com a Federação, no entanto, o número de comercializações foi superior em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Relatório divulgado pela Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores). 

Ao comparar maio deste ano ao mesmo período do ano passado, o número de vendas foi de 3.422. Na análise, a performance do segmento também é positiva em relação ao acumulado deste ano, ocasião em que foram comercializados 36.640 veículos. Quando se avalia o acumulado do ano passado esse número contabiliza 29.477, com incremento de 24,3%. 

O presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, considera o resultado positivo  e aponta um bom momento do setor que deve continuar nas próximas semanas, caso não aconteça nenhum retrocesso em função do agravamento da pandemia.

Para o empresário do setor, Yuri Barreto, o resultado é uma resposta de que o mercado vem num caminho de recuperação. Mesmo porque os primeiros meses do ano fez o consumidor manter-se mais cauteloso em relação à insegurança causada pelo pico da pandemia no Estado.

“Percebemos que os nossos clientes estão mais confiantes e seguindo uma espécie de planejamento para adquirir o produto. Acreditamos que a tendência é essa. Quanto maior a segurança do consumidor, maior a disponibilidade de investimento num bem. A expectativa é a melhor possívvel”, comentou.

Vale salientar que no mês de abril o setor registrou queda de 2,2%, apesar do comportamento, se comparado ao mês de abril de 2021, apenas 517 veículos seminovos foram comercializados, o que corresponde ao aumento de 1.646,4%. Os números superaram os índices nacionais com queda nas vendas de 9,6% em relação a março.

“Nos primeiros meses do ano, vimos a epidemia crescer em praticamente todo o país e mais intensamente no Amazonas, que sofreu um colapso na saúde pública. Mas, por ter começado antes, a pandemia diminuiu mais depressa nesse estado. Mas, no restante do país, demorou mais. Daí a queda do volume de negócios em praticamente todo o país. 

Mas, se olharmos os números nacionais, tanto em acumulado neste ano, como no mesmo período do ano passado, veremos que as vendas cresceram e, é nossa opinião, que deverão continuar positivas nos próximos meses com a flexibilização cada vez maior do comércio e o avanço da vacinação em massa, diminuindo o número de internações e a volta da confiança no consumidor”, avaliou à época, Ilídio dos Santos.

Os mais vendidos

Os modelos de automóveis mais procurados, em maio, foram o Gol, o Ônix e o Celta com 515, 342 e 293 unidades comercializadas, respectivamente. Os carros mais demandados foram os com tempo de uso entre quatro e oito anos.

Crescimento positivo no país

Em todo o país, as vendas em maio, em comparação com abril deste ano, tiveram um resultado positivo de 18,5%, registrando a venda de 1.325.336 unidades, contra 1.118.285. 

Na comparação com o mesmo mês de 2020, o resultado também foi positivo em 198,1%. No acumulado do ano houve uma evolução positiva de 59,2%, o que reflete um bom desempenho do segmento.

Em todo o país, as vendas em maio, em comparação com abril deste ano, tiveram um resultado positivo de 18,5%, registrando a venda de 1.325.336 unidades, contra 1.118.285. 

Na comparação com o mesmo mês de 2020, o resultado também foi positivo em 198,1%. No acumulado do ano houve uma evolução positiva de 59,2%, o que reflete um bom desempenho do segmento.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email