Mercado da construção balança mais uma vez

Os níveis de lançamento de novos empreendimentos imobiliários vêm caindo em todo país, principalmente devido ao elevado estoque já existente no mercado.
Mesmo que a receita bruta tenha crescido 16,3% em termos de unidades e 35,2% em termos reais – o que representa um recorde para o período, há indicadores de que o mercado de imóveis residenciais prontos anda patinando. Três das maiores empresas do setor (PDG, Tenda e Rossi) sofreram muito com um grande volume de cancelamentos para os seus chamados “empreendimentos para público de baixa renda”.
Existe ainda no mercado o fenômeno das “falsas vendas” –os compradores fecham negócio, mas o cancelam antes da entrega das chaves.
Outra situação incômoda diz respeito à Fase 1 do Programa Minha Casa, Minha Vida, que tem uma taxa de inadimplência de 20% na Caixa Econômica Federal.
A partir de uma perspectiva econômica mais ampla, o baixo crescimento do PIB deverá continuar e a inflação acrescenta novas preocupações. Isso sem contar as taxas de juros mais elevadas, que podem empurrar o desemprego para cima.
Gigantes como a MRV estão enervando seus acionistas, com taxas de endividamento muito elevadas. Há suspeita até de maquiagem em relatórios.
A Cyrela chegou a registrar queda de 52,1 % nos níveis de lançamento e sua estratégia tem sido confusa e inconsistente -no primeiro trimestre de 2013, o foco sobre o “popular” representou 67 % das vendas. Mais recentemente, a atividade neste segmento diminuiu significativamente.
Essa realidade deve favorecer o mercado de aluguéis e de lotes residenciais, cujos riscos são infinitamente menores para o comprador.
De olho nesta tendência, as construtoras estão dando agora o passo final para o cadafalso: a necessidade de aplicar descontos, acrescentando coletivamente efeitos mais negativos sobre o fluxo de caixa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email