Mercado ajusta para cima previsão da inflação

Os analistas do mercado financeiro fizeram um novo ajuste nas projeções para a inflação deste ano. A expectativa em relação ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) foi elevada pela de 4,42% para 4,44%. É a quarta alta consecutiva, segundo o boletim Focus, divulgados semanalmente pelo Banco Central.
O IPCA é usado como parâmetro no regime de metas de inflação, que tem um objetivo central de 4,5%, com margem de dois pontos para cima ou para baixo.
A elevação das expectativas de inflação foi um dos motivos que levou Co-pom (Comitê de Política Monetária) a estudar um aumento de juros na última reunião, segundo a ata divulgada na semana passada. Outro fator que contribuiu para essa possibilidade foi o aquecimento da economia.
As demais projeções de inflação também sofreram elevação. A do IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna) passou de 5,19% para 5,20% e a do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) subiu de 5,22% para 5,36%.
Em relação aos juros, a projeção permanece a mesma: Selic terminará o ano em 11,25%, mesmo nível de ontem.
Também foi mantida a projeção de expansão da economia brasileira.
O mercado espera que o PIB (Produto Interno Bruto) tenha um crescimento de 4,5%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email