27 de junho de 2022

Mercado agro ganha opção de plataforma de negócios omnichannel

Com o propósito de agregar velocidade às negociações, de forma prática, transparente, segura e lucrativa, por meio da conexão direta entre produtores rurais, importadores e fabricantes com os varejistas de todo o país, acaba de chegar ao mercado a primeira plataforma de comércio digital de alimentos, a Freehub. Unindo soluções de conectividade 24 horas por dia e espaço físico dedicado a centros logísticos e de distribuição, a startup visa suprir a alta demanda last mile – ou última milha, a fase final de um processo de entrega, quando o cliente recebe o produto em mãos -, ligando de ponta a ponta toda a cadeia de alimentos, da origem às redes de supermercado.

“Partimos de uma visão sobre a necessidade de criar um ambiente de negócios seguro e rápido, onde cliente e fornecedor pudessem realizar transações fracionadas a qualquer momento. É um diferencial competitivo aos varejistas que não fazem parte de grandes redes, ao permitir as compras diretas de quem produz. Da mesma forma, facilita a distribuição de alimentos no atacado, de maneira clara e facilitada, utilizando nosso centro de distribuição a custo zero. Aos produtores é um meio de garantir as vendas, chegar a novos clientes e reduzir as perdas dos produtos perecíveis. A partir da tecnologia e inovação, a economia acontece para toda a cadeia”, destaca João Tomazeli, um dos idealizadores da Freehub.

Com crédito segurado por instituições financeiras parceiras, todas as transações realizadas pela plataforma, ainda que sejam de alto valor, são instantâneas e oferecem segurança, tanto para quem compra, quanto para quem vende. Além disso, cada vendedor pode cadastrar uma lista de CNPJs, o que permite aos clientes efetuarem compras sem contabilizar em sua linha de crédito, com garantia e confiança direta pelo vendedor.

Hub logístico 24h e fracionamento de cargas

Como ponto de encontro para as negociações, a Freehub oferece uma conexão logística que atua como centro de distribuição. Estrategicamente localizado no cruzamento das rodovias Bandeirantes e Anhanguera, a menos de três horas do porto de Santos, o espaço físico conta com mais de 1200 posições de paletes e um time especializado em fracionamento de cargas. Vantagens que permitem funcionar como um grande centro de distribuição para supermercadistas; fracionamento e distribuição inteligente das colheitas dos produtores, com possibilidade de negociação de colheitas futuras e seguradas; receber importações diretamente do porto, em containers, e fracioná-las em paletes; e simplificar a logística da indústria, com redução de custos de transporte e ampliando as negociações transparentes, com clientes de todos os portes.

Para garantir a qualidade e acompanhar o estado dos perecíveis, a Freehub conta também com o serviço de survey de qualidade em tempo real, por meio do qual um time de especialistas realiza inspeções periódicas, com relatórios técnicos e fotos de comprovação dos alimentos armazenados.

Investimentos e projeções

Ainda em modo de MVP, ou Produto Mínimo Viável (primeira versão da solução), a Freehub já recebeu mais de R$ 2 milhões de investimentos desde sua concepção. De acordo com Tomazeli, mais R$ 10 milhões em investimentos estão previstos para a expansão do negócio e marca.

“Temos clientes de renome que já estão participando do MVP e poderão contribuir com feedbacks verdadeiros, sobre ajustes finos que ainda possamos fazer nos próximos meses. Após esse processo, operando com 70% da capacidade do nosso primeiro armazém logístico, a estimativa de faturamento é de R$1,5 milhão ao mês, com um volume de R$ 25 milhões em transações realizadas no mesmo intervalo de tempo. Pretendemos expandir de mil para 25 mil m² nossa área física dentro de um ano, o que nos traria um faturamento a médio prazo de R$37,5 milhões mensais, considerando 60% de ocupação dos hubs físicos”, projeta o executivo.

Sobre a Freehub – Startup voltada ao comércio digital de alimentos, a Freehub é a primeira plataforma de negócios omnichannel para o mercado Agro e FLV 24/7. Com o propósito de agregar velocidade às negociações, de forma prática, transparente, segura e lucrativa, por meio da conexão direta entre produtores rurais, importadores e fabricantes com os varejistas de todo o país, a solução integra todos os pontos da cadeia de alimentos, da origem às redes de supermercado.  Como ponto de encontro para as negociações, a Freehub oferece, ainda, uma estrutura logística que atua como centro de distribuição, um espaço físico que conta com mais de 1200 posições de paletes e um time especializado em fracionamento de cargas e survey de qualidade em tempo real, que realiza inspeções periódicas para acompanhamento do estado dos perecíveis armazenados.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email