Menezes e Alberto Neto disputam apoio de Bolsonaro

Em tempos de governo Jair Bolsonaro, muitos candidatos dizem hoje que vão buscar apoio do presidente da República nas eleições municipais de 15 de novembro em Manaus. Quase todos eles se amparam nessa nova estratégia para tentar conquistar o voto dos eleitores.

Pelo menos quatro prefeituráveis já se declararam bolsonaristas – Coronel Alfredo Menezes (Patriotas), Chico Preto (DC), Capitão Alberto Neto (Republicanos) e Romero Reis (Novo).  

Um, em especial, o coronel Alfredo Menezes será realmente o único candidato a ser apoiado no Amazonas pelo presidente da República durante a campanha eleitoral na capital. “Com certeza, ele (o presidente Bolsonaro) vai apoiar a minha candidatura”, confirmou o coronel.

Ex-superintendente da Suframa, onde esteve por quase dois anos, o coronel Menezes conhece Bolsonaro há mais de 40 anos. Tem fortes laços de amizade. E mais: os dois se conheceram na academia militar quando faziam os cursos de formação de oficiais. Bolsonaro também foi padrinho de seu primeiro casamento.

As mulheres dos dois militares também são muito próximas. Portanto, a proximidade entre os dois militares e suas famílias continua intensa, muito estreita. Por esses motivos, muito antes de confirmar a sua candidatura à prefeitura de Manaus, o coronel declarou em alto e bom som que ele é o único candidato a ter o DNA do presidente Bolsonaro. Numa clara demonstração antecipada de que terá o apoio do presidente na corrida eleitoral no Estado do Amazonas.

“Ninguém tem o DNA do presidente como eu. Conheço a fundo as propostas de Bolsonaro que defende um Brasil melhor, sem corrupção e uma distribuição de renda mais justa, com oportunidade para todas as camadas da população”, afirma o coronel Menezes, demonstrando os fortes laços de amizade que o unem ao presidente.

Com apoio de Jair Bolsonaro, o coronel Menezes diz que sua chapa é franco favorita para vencer as eleições municipais ainda no primeiro turno em Manaus. Ele faz essa projeção com base numa pesquisa apontando que o presidente tem 70% de aceitação junto ao eleitorado no Amazonas.

“Quem Bolsonaro apoiar já terá de cara pelo menos 30% dos votos e chegará ao segundo turno, com possibilidade de vencer logo na primeira fase das eleições”, afirma o coronel Menezes.

Realmente, as chances são grandes de o coronel ser o novo prefeito de Manaus. Logo após deixar o cargo na Suframa, o Jair Bolsonaro divulgou um vídeo enaltecendo a gestão do ex-superintendente, deixando implícito que o opoiaria nessa sua nova empreitada para chegar à prefeitura de Manaus. Mas nas redes sociais, o presidente declarou que não apoiará ninguém no primeiro turno porque existem “candidatos demais”, o que só aconteceria provavelmente num provável segundo turno da disputa. 

E mais: no próximo mês de outubro, o vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão, virá a Manaus para oficializar o seu apoio à candidatura do coronel Alfredo Menezes nas eleições municipais na capital, segundo anunciou a assessoria de imprensa do ex-superintendente da Suframa. Portanto, tudo ‘conspira’ positivamente para tornar o coronel Alfredo Menezes o próximo prefeito de Manaus.   

Mais apoio

Bolsonarista ferrenho, o Capitão Alberto Neto disse que vai buscar apoio do presidente, mas não mantém os mesmos laços de amizade, a mesma proximidade, que o coronel Alfredo Menezes diz ter com Bolsonaro. Situação que o deixa ainda mais distante dessa pretensa ajuda do mandatário da nação, segundo avaliam cientistas políticos.

Mas a formação militar em comum com o maior dirigente do País motiva o candidato do Republicanos a se amparar no cacife eleitoral do atual presidente, que promete governar o Brasil por mais um mandato.

Alberto Neto defende principalmente mais qualidade na educação.  “Vamos criar escolas cívico-militares na rede municipal de ensino, onde será construída uma unidade em cada bairro da cidade”, afirma ele. “Queremos mostrar que é muito mais vantajoso entrar numa vida prosperidade do que entrar na vida do crime”, acrescenta o capitão.

Candidato a vice-prefeito na chapa liderada pelo Capitão Alberto Neto, o empresário Orsine Júnior ressalta que não vai governar dentro do gabinete, como fazem hoje muitos prefeitos de cidades no País. “Está na hora de fazer o que precisa ser feito. Governaremos para todos em Manaus”, prometeu. “É isso que me une ao Alberto nessa caminhada”, acrescentou.

Segundo Alberto Neto, a sua chapa que concorrerá à prefeitura nas próximas eleições está preparada para governar a cidade, como ela “realmente merece’.  “Vamos promover qualidade de vida nas áreas de saúde, educação e segurança”, afirmou.

Ele avalia que a atenção básica na saúde de Manaus é muito fraca e cobre hoje apenas 36% da demanda por atendimentos na área. “Precisamos superar isso”, salienta. E diz que as condições do saneamento básico são “outra vergonha”, prometendo atrair grandes investimentos para mudar essa realidade.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email