Menezes diz que apoio de Bolsonaro lhe impulsiona para o segundo turno

Pré-candidato à Prefeitura de Manaus pelo Patriota, coronel Alfredo Menezes avalia que pode vencer a disputa até mesmo no primeiro turno com o apoio do presidente Jair Bolsonaro. Menezes considera que o apoio do presidente será determinante para o resultado das eleições municipais de 2020 não apenas em Manaus, mas em todo o Brasil.

Segundo ele, a aceitação do presidente continua grande na cidade e, se conseguir a transferência dos votos de pelo menos 30% dos apoiadores do presidente, já se garante no segundo turno.

“Tivemos 1,1 milhão de eleitores em Manaus nas eleições de 2018, sendo que 67% em Manaus votaram com o presidente. Na última eleição para prefeito, o segundo turno foi garantido com 280 mil votos”, afirmou em entrevista no estúdio do Jornal do Commercio.

Menezes também descarta a possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro apoiar qualquer outro pré-candidato na disputa pela Prefeitura de Manaus. Nomes como Josué Neto, Capitão Alberto Neto, Delegado Pablo e Chico Preto manifestam publicamente apoio ao presidente. “Nem fale o nome desse deputado (Delegado Pablo) para alguém do governo. É complicado aliar ele à imagem do presidente”, disse. “Vamos parar de mimimi e ser franco. Chance zero de o presidente apoiar outro nome” acrescentou.

O ex-superintendente da Suframa avalia que muito apoio ao presidente Bolsonaro tem sido oportunista como aconteceu em 2018, com muitos depois se colocando na oposição após serem eleitos.

“O que a gente vê é gente trocando de partido quando os líderes antigos deles apareceram envolvidos em Lava-Jato, Maus-Caminhos. O presidente não pode cometer o mesmo erro que cometeu em 2018. Criou-se um movimento e muita gente pegou carona no rabo do cometa”, criticou.

Menezes afirma que fala quase diariamente com o presidente Bolsonaro. “Ninguém vai dizer que estou com senador da Maus-Caminhos ou estou com Senador da Lava-Jato. Você não vai me ver com camaleão da política”, disse. Ele afirma ser fácil identificar os oportunistas. “É só olhar para o passado dele, o partido dele anterior e vê se tem alguma coisa que cola com o presidente”, disse.

Coronel Menezes acrescenta que o presidente Bolsonaro prestigiou sua gestão de 16 meses na Suframa, vindo duas vezes em Manaus a seu convite. “É só analisar. Esse pessoal não tem DNA do presidente. Somos contra todos esse caras que não tem coragem moral de assumir posições”, disse.

Menezes analisou ainda a pesquisa Action divulgada na semana passada onde aparece com 2,5% da preferência do eleitor na pesquisa estimulada. No levantamento espontâneo, Menezes ficou com 0,6%. O coronel disse que recebeu com alegria o resultado. “Tinha apenas 20 dias de anúncio da pré-campanha. O grande desafio agora é avançar na curva do conhecimento, na curva da aceitação e na curva da preferência”, afirmou.

A pesquisa Action foi executada entre os dias 3 e 7 de julho. Menezes lançou sua pré-candidatura na disputa à Prefeitura de Manaus pelo Patriota no dia 17 de junho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email