15 de abril de 2021

McAfee diz que Facebook e Twitter serão alvos

A McAfee divulgou seu Relatório de Previsões sobre ameaças em 2010

A McAfee divulgou seu Relatório de Previsões sobre ameaças em 2010. O McAfee Labs estima que os cibercriminosos escolham, principalmente, as redes sociais e os aplicativos de terceiros para ataques digitais, e utilizarão cavalos de Tróia e botnets (redes zumbis) mais complexos para desenvolver seus programas e atacar, além de aproveitarem as vantagens do HTML 5 para criarem as ameaças emergentes.
Mesmo assim, os pesquisadores da McAfee preveem que o ano de 2010 oferecerá oportunidades, em razão de legislações, para que esforços sejam empregados a fim de aumentar a segurança da informação e combater o cibercrime. “Na última década, observamos uma grande melhoria na capacidade de monitorar a rede, de detectar e deter os ataques de cibercrime”, afirmou o vice-presidente sênior do McAfee Labs, Jeff Green.
“Atualmente, enfrentamos ameaças emergentes originadas de um crescimento explosivo das redes sociais e da utilização mal-intencionada de aplicações populares e de técnicas mais avançadas por parte dos cibercriminosos. Contudo, estamos confiantes de que 2010 será um ano de sucesso para a comunidade de segurança cibernética”, reforçou o executivo.

Ameaças previstas

Facebook, Twitter e aplicativos de terceiros nesses sites estão mudando rapidamente a modalidade de ação dos cibercriminosos, já que possibilitam a eles o uso de novas tecnologias e novos pontos de acesso à internet (hot spots) para desenvolverem suas atividades mal-intencionadas.
Os cibercriminosos aproveitam a confiança entre amigos e a falta de cautela dos usuários para atraí-los aos seus sites. O uso de URLs abreviadas em sites como Twitter contribuem para que os cibercrimonosos camuflem ou disfarcem sites e facilitam a condução dos usuários a estes. O McAfee Labs prevê que os cibercriminosos irão explorar cada vez mais estas condições para usarem suas táticas em redes sociais mais populares de 2010.
O surgimento do sistema operacional Google Chrome e os avanços tecnológicos do HTML 5 continuarão modificando a atividade dos usuários, orientando-os cada vez mais a aplicações online em vez de aplicações em desktops, o que criará oportunidades para os desenvolvedores de malware atacarem os usuários.
O suporte antecipado à plataforma cruzada de HTML 5 também proporciona uma motivação adicional para os atacantes e permite a eles atingirem os usuários dos navegadores mais utilizados.
O McAfee Labs advertiu que os cavalos de Tróia em sistemas bancários, os quais já demonstraram táticas inovadoras este ano e que contornaram com alguma facilidade as proteções atuais dos bancos, deverão se tornar ainda mais sofisticados em 2010.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email