8 de março de 2021

Maus-tratos em posto médico leva a pedido de providências da ALE

Esse tipo de denúncia, conforme Azedo, ao mesmo tempo que se faz necessária, prejudica todo o esforço do governo Eduardo Braga que acaba de virar notícia no Jornal Nacional

A falta de profissionais preparados para atendimentos especializados nas unidades de saúde do Estado levou o deputado Nelson Azedo (PMDB) a cobrar providências do secretário de Saúde, Wilson Alecrim, concernente ao processo licitatório para a contratação dessa mão-de-obra, que está parado na CGL (Comissão Geral de licitação). O parlamentar, que é presidente da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, lamentou o incidente ocorrido na recepção da Policlínica da Codajás, no bairro da Cachoeirinha, com um epilético que teve de ser contido por policiais militares com algemas.
Esse tipo de denúncia, conforme Azedo, ao mesmo tempo que se faz necessária, prejudica todo o esforço do governo Eduardo Braga que acaba de virar notícia no Jornal Nacional, pelos investimentos pesados feitos na saúde pública do Estado. “Lamentavelmente, as deficiências existentes na ponta do atendimento estão prejudicando todo um esforço no sentido de melhorar o atendimento público da cidade”, disse o deputado, ressaltando que não adianta o médico fazer um bom atendimento ao paciente e o mesmo ser maltratado na recepção do hospital.
Segundo Azedo, a Comissão de Saúde da ALE já recebeu duas reclamações de pessoas que estavam no PAM da Codajás e viram pacientes deficientes sendo empurrados por vigilantes. O deputado disse ter comunicado o caso à Secretaria de Saúde e ontem, por meio de um matutino da cidade, a denúncia de maus-tratos na recepção da unidade veio a público. “A Assembléia não vai ficar omissa com relação ao problema, por isso vamos procurar o secretário Alecrim para ver quais as dificuldades encontradas e os procedimentos a serem adotados”, assegurou.
Os membros da comissão estão preparando um cronograma de visitas in loco nas unidades de saúde estadual. Nelson Azedo disse que serão realizadas visitas surpresas em qualquer hora do dia e da noite acompanhadas da imprensa para verificar se o atendimento melhorou.
A deputada Conceição Sampaio (PP), que se colocou à disposição da comissão de saúde para lutar pela melhoria dos serviços públicos de saúde do Estado, disse não ter dúvidas dos investimentos realizados pelo governo na área e que os problemas recorrentes são de gestão. “Que precisam ser corrigidos porque a população precisa ser respeitada em seus direitos”, comentou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email