7 de maio de 2021

Marimari, mari ou umari é uma fruta típica da Amazônia bem conhecida dos amazonenses, mas também é o restaurante de alta gastronomia internacional localizado dentro do Pátio Gourmet (av. Via Láctea, 825, Morada do Sol – Aleixo). A novidade é que desde a semana passada o Marimari está atendendo para o jantar. Até então o restaurante servia apenas almoço no sistema self service. Agora no jantar o serviço é a la carte. O cardápio é requintado.

Entre as entradas, destaque para a ‘Tábua de Frios para compartilhar’ (burrata com raspas de limão siciliano, flor de sal, copa, salame, presunto de Parma, queijo brie e gorgonzola, geleia, picles de pepino. Acompanha focaccia crocante com alecrim, sal grosso e azeite). A Tábua serve duas pessoas.

Nos pratos principais, polvo tostado na brasa, prime rib angus e filé mignon na brasa.

Interessante que todas as comidas são preparadas à vista do cliente, pois a cozinha é totalmente aberta para quem tiver a curiosidade de olhar o preparo.

Completando os pratos principais, as massas cavatelli e capellini.

Quem quiser degustar apenas uma pizza, oito sabores constam no cardápio e não faltam a portuguesa e a calabresa. Outros sabores: do pizzaiolo, abobrinha, caprese, nossa marinara, do mar e a da casa hit marimari (molho de tomate, parmesão faixa azul e pimenta moída na hora).

Encerrando, as sobremesas: cone de chocolate, pudim de leite, affogato e brownie de mel.

O Marimari é um belíssimo restaurante com capacidade para 168 lugares sentados, janelas de vidro de seis metros de altura, e completando o visual, um jardim vertical que ocupa uma parede inteira do restaurante. As colunas existentes no espaço são revestidas com sobras de madeiras utilizadas na construção de embarcações. Chamam a atenção o forno de assar pizza e um ofurô onde garrafas de cervejas artesanais ficam mergulhadas no gelo. As louças são exclusivas. Para o almoço o Marimari fica aberto de segunda a segunda-feira. Para o jantar, funciona de terça-feira a domingo, das 18h30 às 22h30. Informações: 9 8432-2414.     

Tendências do Teatro do Absurdo

A partir das 16h, o Ateliê 23 (rua Tapajós, 166, Centro) vai receber o seminário de dramaturgia ‘Teatro do Absurdo e suas derivações na contemporaneidade’, com a atriz Laury Gitana. A apresentação gratuita faz parte do projeto ‘Escritas Absurdas’, contemplado pela Lei Aldir Blanc. O seminário propõe uma comparação entre a obra de Aristóteles e obras de Samuel Beckett, de Fernando Arrabal e de Eugene Ionesco, principais influências da escrita absurda, para observar tendências e processos de criações dentro dessas dramaturgias.

Quero ser um guerreiro

O brasileiro ‘Soldado Estrangeiro’, do diretor Pedro Rossi, é o filme que será exibido, às 18h30, no Cine Casarão (rua Barroso, 279 – Centro). O longa conta a história de três rapazes que vivem diferentes estágios da mesma escolha: ser um guerreiro em um grande exército de uma nação estrangeira. As histórias desses personagens, que se alistaram na Legião Estrangeira, Israel e Estados Unidos, é surpreendente. ‘Soldado Estrangeiro’ estreou no início de dezembro e chega a Manaus ainda quentinho.

‘Expomulher’ volta em segunda edição

Começou ontem, continua hoje e encerra amanhã, das 9h às 15h, a segunda edição da ‘Expomulher’, no Palacete Provincial (praça Heliodoro Balbi/da Polícia). A primeira edição foi um sucesso, por isso mais sete empreendedoras se juntaram ao projeto, e apresentam seus produtos: quadros decorativos, pães artesanais, artes em tecido, artesanato indígena, bolos, café gourmet, roupas íntimas e produtos naturais, entre outros. Não é necessário agendamento para ir ao local, porém, as visitas são realizadas com grupos reduzidos.

Mistura de ritmos de Nakamura

O cantor e compositor nipo-brasileiro-amazônico Marcelo Nakamura lança hoje seu segundo disco, ‘Naka & os Piranha’, concebido entre 2019 e 2020 ao lado de Remi Chatain e Bruno Duarte. O trabalho, gravado no Estúdio Guevara, em São Paulo, onde o artista morou por alguns meses, dialoga com o trabalho de estreia de Naka, Psycho Bagaceira (2016), mas traz novos rumos em sua sonoridade. ‘Naka & os Piranha’ estará disponível nas principais plataformas digitais. Toadas, beiradões, cúmbias, carimbós, boleros, música brega, arrocha e ijexá, surgem nas dez faixas do disco.

Ensinando a tocar contrabaixo

Às 12h, o músico Mauro Lima lança a primeira videoaula do projeto ‘Iniciação ao contrabaixo’, disponibilizada gratuitamente no canal do YouTube da Vila Vagalume 80 e acompanhada de material didático para download. O curso terá duas vídeo aulas abordando a história do contrabaixo, a sua utilização e as técnicas primordiais para o aprendizado desse instrumento. Mauro tem experiência no cenário musical manauara, integrando as bandas Gramophone, Alderia, Alaidenegão, e é residente da Casa Criativa Vila Vagalume 80, onde toca em apresentações de outros artistas da casa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email