14 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Mariana Xavier na comédia Antes do Ano Que Vem

Desde que o governador romano Júlio César, no ano 46 a.C, determinou que em todo 1º de janeiro (mês dedicado a Jano, o deus dos portões) seria celebrado o Ano-Novo, a data tem sido motivo de emoções bem diversas. Seja na Praça São Pedro, na Times Square, na av. Paulista ou em Copacabana, as pessoas se dividem entre momentos de muita alegria e outros, digamos, de uma certa angústia pelo passar do tempo, frustração pelo que não se realizou e ansiedade pelo que está por vir. Este é o mote perfeito para a comédia Antes do Ano Que Vem, estrelada por Mariana Xavier, sob a direção de Ana Paula Bouzas e Lázaro Ramos.

Escrita por Gustavo Pinheiro e com direção de movimento de Márcio Vieira, o espetáculo é mais uma realização da Trampo Produções e da WB Produções, dos produtores associados Bruna Dornellas, Mariana Xavier e Wesley Telles. A narrativa expõe necessidades, angústias e desejos de sete personagens –todas interpretadas por Mariana Xavier – que encaram a virada do ano com perspectivas bastante distintas. Ao se desdobrar para representar tantos tipos diferentes, Mariana desenvolve uma trama em que as contradições se revelam a partir da hilária (e absurda!) psicologia de Dizuite, a notável faxineira da Central de Apoio aos Desesperados. De uma hora para outra, com a inesperada ausência da psicóloga responsável pelo plantão, Dizuite se vê diante da missão de atender, aconselhar e confortar os mais diversos tipos de pessoas –todas aflitas e desesperadas! –que ligam para o serviço em plena noite de ano novo.

Logo ela, a Dizuite, que teria suas muitas razões para reclamar da vida, vira conselheira e surpreende com suas mensagens de otimismo a partir de sua impulsiva e muito própria visão da realidade. Ninguém está sozinho no mundo e talvez seja essa a única certeza que se possa ter. Valorizar pessoas e conexões para encontrar realização deve ser um exercício diário. Com humor e leveza, a peça se propõe a discutir questões fundamentais para a sociedade contemporânea, como solidão, empatia, solidariedade e a nova ditadura de felicidade imposta pelas interações virtuais. “O humor abre portas para novas percepções do mundo. Vivemos num tempo em que rir é o primeiro remédio para as nossas mazelas. Com este texto e o grande talento de Mariana, damos um salto além no humor atual que fala das mulheres”, afirma o diretor Lázaro Ramos.

E a própria Mariana Xavier confessa: “Um misto de excitação e medo: é o que toma conta de tanta gente na noite de Réveillon e também o que eu sinto nesse momento, encarando meu primeiro espetáculo solo. Antes do Ano Que Vem já é o maior desafio da minha carreira e prova que é possível fazer arte popular com qualidade e sensibilidade. Acredito na comédia como ferramenta não só de entretenimento, mas de crítica e reflexão. Acredito também no poder transformador da empatia e é através dela que esperamos que o público saia do teatro leve, afagado e um pouco transformado também”.

Para o autor Gustavo Pinheiro, “o riso que propomos à plateia nesta comédia é o de compaixão, nunca do deboche. É o riso da empatia, de quem também tem suas dores e sabe que vivê-las e superá-las faz parte do jogo. Torço para que este espetáculo seja um convite para que cada pessoa na plateia também pense o que pode fazer por si mesmo, pela sua felicidade, o quanto antes. Se possível, antes do ano que vem”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email