Marcelo Ramos vai denunciar prefeito de Maués

Munido de extrato do convênio com o governo federal, placas e fotos do estágio atual das obras, o deputado Marcelo Ramos (PSB) disse, nesta terça-feira (21), na ALE (Assembleia Legislativa do Amazonas), que vai denunciar ainda nesta semana, o prefeito de Maués, Miguel de Oliveira Paiva, o “Belexo, no MPF (Ministério Público Federal), no TCU (Tribunal de Contas da União) e na CGU (Controladoria Geral da União) por má-aplicação de recursos e obras inacabadas.
A “farra”, como denominou Ramos, começou pelo Porto de Maués, onde foram aplicados R$ 8 milhões e na orla da cidade R$ 4,5 milhões, cujas obras não foram concluídas.
O deputado citou também os recursos investidos na construção de um telecentro no valor de R$ 450 milhões e de um aterro sanitário no valor de R$ 550, ambos não construídos.
Segundo o parlamentar, “é inadmissível” o que o prefeito de Maués está fazendo com o dinheiro público.
“Num país sério, esse cidadão era para estar preso e não na prefeitura”, disse, destacando que o desvio de recursos soma mais de R$ 10 milhões.
Ao visitar o município na semana passada, Ramos verificou in loco que a ausência de um porto retém a atividade econômica de Maués, cujas consequências são nefastas na vida da população que sofre com o desemprego e a fome.
“Não ter um telecentro faz com que o poder público perca a guerra para droga e a prostituição infantil, que escraviza a juventude”, disse, ressaltando que a inexistência de um aterro sanitário causa um grande impacto ambiental, com reflexos econômicos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email