Mantega reduz previsão de crescimento para 2010

O governo já admite que o crescimento da economia em 2010 deve ficar abaixo da previsão feita no Orçamento para o próximo ano. Em audiência pública no Senado, o ministro Guido Mantega (Fazenda) falou em uma expansão entre 3% e 4%, abaixo dos 4,5% previstos no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias.
“Calculo algo entre 3% a 4% para o crescimento do Brasil em 2010”, afirmou Mantega. No começo do mês, o governo revisou também, pela terceira vez, o crescimento para a economia em 2009. A previsão original, de 3,5%, já havia sido cortada para 2% em março e caiu agora para 1%. Na previsão do mercado financeiro, haverá uma queda de cerca de 0,50%.
Guido reafirmou que o Brasil vai registrar no primeiro trimestre de 2009 o segundo período seguido de desaceleração da economia. Esse comportamento é considerado pelos economistas como uma “recessão técnica”. Disse ainda que o Banco Central tem espaço para continuar comprando dólares com o objetivo de reforçar as reservas internacionais, que estão hoje em US$ 205 bilhões.
De acordo com o ministro, que participou hoje de audiência pública no Senado, o aumento das reservas realizado nos últimos anos foi um dos fatores que garantiram a estabilidade da economia brasileira durante o pior momento da crise econômica mundial.
“Ficou demonstrado que ter reservas é um bom negócio para o país. O Brasil, pelo porte da sua economia, poderá ter reservas mais elevadas que os US$ 205 bilhões que tem hoje”, disse Guido.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email