6 de dezembro de 2021

‘Manaus Visão Hack Experience’ encerra com soluções sobre mobilidade urbana

A maratona Manaus Visão Hack Experience, promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), com realização do Instituto Visão Amazônica, chegou ao fim neste domingo, 24/10, após três dias de evento, no Casarão da Inovação Cassina, no centro histórico.

Na maratona, 40 competidores divididos em nove equipes, passaram sexta, sábado e domingo no Casarão da Inovação Cassina, empenhados em criar soluções inovadoras e sustentáveis para a área de mobilidade urbana da cidade para o Instituto de Mobilidade Urbana (IMMU), e o encerramento foi marcado por muita emoção e agitação dos competidores, que apresentaram suas soluções à banca de jurados.

“Essa inclusão toda que o Hackathon tem e traz para a cidade de Manaus, a fim de instituir e consolidar o distrito de inovação, é muito importante. Tornar os serviços do governo mais digitais, esse é um dos focos da nossa gestão. O prefeito David Almeida constituiu uma comissão de monitoramento e soluções para cidades inteligentes, cidades 4.0. Esse aqui é um primeiro passo para esse avanço. E temos a noção de que essas soluções que serão pensadas aqui, o setor público poderá utilizar. É preciso acreditar também nisso e a população pode contar com a Prefeitura de Manaus, para seguir nessa evolução”, ressaltou o secretário da Semtepi, Radyr Junior.

Para o diretor financeiro do Instituto Visão Amazônica, Erandir Júnior, o evento de fato traz um diferencial na transformação da cidade de Manaus.

“O evento também trouxe um importante fator para a discussão da mobilidade urbana, que foi a inclusão. Nós tivemos dentre as equipes, uma que tinha um participante autista. Ele se inscreveu, foi selecionado, participou do evento e contribui para encontrarmos soluções mais inclusivas”, apontou.

Na ocasião, também estavam presentes o diretor-presidente do IMMU,  Henrique Martins, e o superintendente do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), Sandro Diz, que juntamente com o secretário Radyr Júnior e o subsecretário de Assuntos Operacionais, Gustavo Igrejas, anunciaram a grande vencedora da noite, a equipe Aruanã. A Z-Index ficou com o segundo lugar, e a equipe EnergTech com o terceiro.

A integrante da equipe Aruanã, Brenda Rocha, ressaltou a importância da participação das mulheres na inovação, em especial em eventos tecnológicos.

“É a primeira vez que eu participo de um hackathon e esses foram dias intensos, de muito aprendizado e emoções. A minha equipe foi composta majoritariamente por mulheres, e eu gostaria de ressaltar essa importância e aproveitar a oportunidade para convidar as meninas para participarem dos próximos eventos”, enfatiza.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email