16 de abril de 2021

Manaus pode vir a se tornar cidade-irmã da japonesa Hamamatsu

Além da abertura dos trabalhos no plenário Adriano Jorge, a terça-feira foi marcada pelo encontro do cônsul do Japão

Além da abertura dos trabalhos no plenário Adriano Jorge, a terça-feira foi marcada pelo encontro do cônsul do Japão no Amazonas, Susumu Segawa, e o presidente da Câmara Municipal de Manaus, Leonel Feitosa (PSDB). Em pauta a os eventos comemorativos aos 70 anos de imigração japonesa programados para acontecer neste ano em Manaus.
A possível visita a capital amazonense do prefeito da cidade japonesa de Hamamatsu, no dia 18 de junho, também foi abordada na reunião. Segundo Susumu Segawa, faltam apenas pequenos detalhes para que Manaus seja o destino do prefeito “Ele tem agendada uma viagem para o Rio de Janeiro e outra a São Paulo, mas estamos fazendo o possível para trazê-lo para conhecer esta bela cidade”, disse.

Visita do
prefeito

O interesse do cônsul japonês em trazer o prefeito de Hamamatsu pode ser um marco para Manaus, pois uma comissão protocolar entre os dois municípios está estudando a possibilidade de, a partir dessa visita, fazer com que Hamamatsu e Manaus se tornem “cidades irmãs”.
O Vereador Massami Miki (PSL) que acompanhou o cônsul japonês Susumu Segawa na visita desta terça-feira, está otimista para a consolidação deste acordo. “Existe o interesse entre ambas as partes para que isso aconteça, as reuniões no Consulado Geral do Japão estão bem adiantadas e em breve podemos ter novidades”, disse.
Sobre as vantagens de Manaus vir a ser considerada “cidade irmã” de Hamamatsu, o vereador Massami Miki (PSL) destaca os vários pontos positivos dessa união “Quando duas cidades são declaradas irmãs, uma passa a ser embaixadora da outra. Além da criação de um intercâmbio intenso no âmbito cultural, social e econômico”, analisou.
Intercâmbio que pode selar uma história de 70 anos de união entre povos tão diferentes, mas que segundo o cônsul Susumu Segawa tem uma característica em comum. “Sou cônsul há apenas dois anos aqui em Manaus, mas conheço a cidade há 25 anos e vejo aqui a mesma vontade de crescer economicamente que caracteriza o Japão”, disse em bom português.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email