Manaus lidera ranking dos endividados

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo divulgou levantamento ontem mostrando que Manaus lidera o ranking das cinco maiores variações de endividamento nas capitais, com 48% de crescimento, seguido de Boa Vista, capital de Roraima, com uma variação de 26%. A capital roraimense sofre enorme influência da economia vizinha, o que pode indicar problemas na região. Porto Velho, por exemplo, apesar de próxima, mas nem um pouco dependente da movimentação local, apresentou a maior redução na taxa de endividamento – 6%. Além dela, apenas Natal e Porto Alegre registraram recuo – 1% e 3% respectivamente. O valor médio da dívida do manauara, entretanto, é de R$ 1.339,00. Não está entre os maiores do país – a média é de R$ 1.950,00. Está por aqui, entretanto, o maior comprometimento em relação à renda mensal do devedor da região norte – 33%. O levantamento indica claramente que a circulação de dinheiro na cidade caiu muito de dois anos para cá.

REAÇÃO

A empresa portuguesa Intracement reagiu, em comercial de TV, às acusações feitas pelos concorrentes e pelos deputados estaduais, sobre o contrabando de cimento que estaria inundando Manaus de produtos suspeitos. Dona da marca Cauê, cuja embalagem foi exibida pelo deputado Sinésio Campos (PT) da tribuna, para “denunciar” a invasão, ele mostra a cara de seus diretores locais na peça veiculada, informando onde já investe e deixando claro que chegou para concorrer de verdade no mercado local.

FIXAÇÃO

O trágico acidente com avião da empresa Apuí, de prefixo PR-OKK, que explodiu ontem quando decolava do Aeroporto Eduardo Gomes, matando três pessoas e ferindo gravemente outras três, mostrou que o Instituto de Pesos e Medidas do Estado parece manter a fixação pela auferição de balanças, conforme denunciou a coluna na edição de 28 de junho no JC. Um fiscal do órgão estava entre os mortos e outro entre os feridos. Entrevistado, o diretor presidente Márcio André Brito afirmou que os dois iriam a todos os municípios da calha do rio Madeira “auferir balanças e bombas de gasolina”.

SUMIDO

Depois de passar todas as semanas de seu governo aparecendo em algum evento midiático pelo menos a cada dois dias, o prefeito Arthur Neto saiu dos holofotes na semana passada, sem maiores explicações. Apareceu na noite de segunda-feira (15), para abrir a Conferência Municipal de Assistência Social. Ele vinha evitando aparições públicas por causa de um problema pessoal, segundo fontes próximas ao político. As fofocas em torno do assunto têm circulado com grande alarido nos bastidores.

VAI QUE É TUA

Questionada sobre a ausência de Arthur nas negociações que envolvem trabalhadores e empresários do transporte coletivo, a assessoria do prefeito diz que ele fez tudo o que pôde, mas notou que os dois lados estavam intransigentes. Decidiu então se afastar e cobrar de longe uma solução para o impasse. Político com grande faro, ele sente que só tem a perder ficando no meio do imprensado.

MAIS UM

A coluna errou ao informar que seriam necessárias 13 assinaturas para criar a CPI do Transporte Coletivo na Câmara Municipal de Manaus. Na verdade são 14. Acertou, entretanto, ao cravar como certa a assinatura do peemedebista Marcel Alexandre. Ele aderiu ontem. Metade do caminho foi percorrido. Segundo a bancada petista, que propôs a investigação, o vereador David Reis (PR) também prometeu assinar. Se isso acontecer, restarão seis adesões para criar esse enorme problema para a prefeitura.
MÁQUINA FORTE

Desde que o instituto da reeleição foi aprovado, nenhum presidente brasileiro deixou de reeleger. Foi assim com Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e com Luís Inácio Lula da Silva (PT). Neste momento, todas as pesquisas indicam que a presidente Dilma Roussef (PT) continua liderando a intenção de votos, apesar das manifestações, mas já não vence mais no primeiro turno. Ela bate todos os adversários no segundo turno. Sinal de que a máquina do governo federal é muito forte.

OLHO NELA

O levantamento mais recente, divulgado ontem pela Confederação Nacional dos Transportes, mostra que a ambientalista Marina Silva passou todos os concorrentes e fixou-se na segunda posição entre os presidenciáveis. Mais: a diferença entre ela e Dilma, num eventual segundo turno entre as duas, é de apenas 8%. Sinal de que a ex-senadora foi a maior beneficiária das manifestações de rua, porque é vista como alguém independente, sem maiores ligações com os partidos políticos tradicionais.

RECURSOS

O Tribunal de Contas do Estado julga hoje 34 processos entre eles recursos do atual secretário e da ex-secretária de Estado de Saúde, Wilson Alecrim e Leny Passos, respectivamente. Outro que tenta reverter decisão desfavorável é o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga. Ele questiona decisão sobre convênio celebrado entre a SEC e a Associação Movimento dos Bumbás de Manaus, que foi julgado como irregular.

PRIMEIRA VEZ

As contas da ex-secretária municipal de Educação, Vera Lúcia Edwards, e do ex-secretário Estadual de Juventude, Desporto e Lazer, Júlio Soares da Silva, serão julgadas pela primeira vez, assim como as do ex-prefeito de Autazes, Ivan Ether. Entre as representações da pauta está o processo do ex-prefeito de Barcelos, Valdeci Raposo e Silva, contra o atual prefeito do município, José Ribamar Beleza, e sua antecessora, Alberta Maria de Deus, referente a possíveis irregularidades cometidas por eles.

OPORTUNIDADE

Para não passar pelos constrangimentos que colegas gestores costumam sofrer nos julgamentos do Tribunal de Contas, os prefeitos amazonenses terão nova oportunidade de aprender a prestar contas de convênios, de modo a demonstrar a regularidade da aplicação dos recursos e solucionar problemas encontrados. Desde ontem e até sexta-feira, militares ligados do Projeto Calha Norte estão proferindo palestras a este respeito do auditório da Secretaria de Infraestrutura.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email