Manaus está entre as que mais investem no Norte

Um levantamento feito pela revista Multi Cidades – Finanças dos Municípios Brasileiros apontou que as cidades de Manaus (AM), Belém (PA), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO) foram as que mais aplicaram em investimentos na região Norte do país, em 2006, se comparado com o ano de 2005.
O anuário, que foi divulgado nesta semana, aponta que a maior cidade do Norte do Brasil, Manaus, dobrou os investimentos, enquanto que Belém aplicou 125,3% a mais, seguida por Rio Branco, com aumento 132,9% em 2006.
Pelo levantamento – que tem como base os números repassados pelas cidades brasileiras à Secretaria do Tesouro Nacional –, os municípios do Norte do país responderam por 8,5% de todo o investimento realizado pelos governos locais. Em comparação ao ano de 2005, os investimentos da região cresceram 57%, passando de R$ 1,13 bilhão para R$ 1,77 bilhão.
Porém, segundo explicou o economista e editor da revista, Alberto Borges, apesar do forte crescimento das cidades citadas, a participação no montante total aplicado no conjunto das capitais nortistas manteve-se estável em 2006, em torno de 22%.
Já nas cidades de Palmas (TO), Boa Vista (RR) e Macapá (AP) ocorreu retração de 41,7%, 11,4% e 4,4%, respectivamente.
Os investimentos dos municípios brasileiros cresceram fortemente em 2006, após uma acentuada queda em 2005, primeiro ano das atuais administrações. O volume aplicado aumentou em 45,8%, totalizando um montante de R$ 20,92 bilhões, considerado o maior já investido pelo conjunto das cidades brasileiras.
Nas 106 cidades selecionadas por Multi Cidades, a taxa média de aumento nos investimentos foi de 52,2%, sendo que 22 delas mais do que dobraram o valor aplicado em 2006; e em 27 delas esse foi o maior montante destinado no período 1998-2006.
“O comportamento dos investimentos públicos, embora com particularidades, está relacionado ao período do mandato em que o governo se encontra. De modo geral, no primeiro ano, as administrações municipais estão em fase de definição de prioridades e tendem, portanto, a reduzir os investimentos. Nos anos seguintes, essa taxa tende a crescer, sendo a expansão maior no final mandato, período prévio às eleições”, explicou Borges.
Com um crescimento de 136% no montante investido, bem acima da média nacional, a cidade de São Paulo, mais uma vez, liderou o ranking em 2006, com 8,2% do total dos investimentos realizados pelos municípios brasileiros. Entre as 10 cidades do país que mais investiram naquele ano, responsáveis por 19,5% do total investido, quatro delas não são capitais: São Bernardo do Campo (SP), Barueri (SP), Guarulhos (SP), Betim (MG). No Brasil, metade dos investimentos municipais foi realizada por cerca de 170 cidades, o que demonstra o caráter concentrado desse gasto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email