Malária e dengue causam apreensão

O deputado Nelson Azedo (PMDB) manifestou na quinta-feira, da tribuna, preocupação com o aumento dos casos de dengue e malária na cidade de Manaus, conforme demonstram as estatísticas da Semsa (Secretaria Municipal de Saúde) publicadas em jornais.
Comparando janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado, foram registrados 723% de aumento nos casos de dengue. Enquanto no ano passado foram registrados 63 casos este ano houve 552 notificações.
Azedo disse que os números são bastante acentuados e como presidente da Comissão de Saúde da ALE (Assembléia Legislativa do Estado), sugeriu à Susam (Secretaria de Estado da Saúde) e à Semsa (Secretaria Municipal de Saúde) esforços no sentido de conscientizar e educar a população para diminuir os casos da doença. “Têm que fazer valer a força de um exército, e levar as informações à população por meio da mídia através de folders, televisão e rádio”, disse ele, lembrando que a prevenção é evitar os criadouros de água parada.
Casos
aumentam

Nelson Azedo também falou do aumento crescente dos casos de malária. Em 2007, segundo ele, a FMTM (Fundação de Medicina Tropical), registrou 12.560 casos de malaria vivax e 1.610 casos do tipo falciparum. Foram registrados 48 mil exames. Só em janeiro e fevereiro deste ano, as estatísticas registram 9.578 exames, onde foram constatados mais de 1.300 casos positivos de malária na cidade de Manaus.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email