10 de abril de 2021

Mais uma Farmácia Gratuita é inaugurada

Começou a funcionar, nesta semana, mais uma unidade do Programa Farmácia Gratuita, da Prefeitura de Manaus

Começou a funcionar, nesta semana, mais uma unidade do Programa Farmácia Gratuita, da Prefeitura de Manaus. É a sexta unidade e está localizada na rua Xavier de Mendonça, no bairro de Aparecida. Lançado em março de 2010, o Programa Farmácia Gratuita, que é executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou, até o último mês de novembro, 847.943 atendimentos, garantindo a dispensação de 34,4 milhões de unidades de medicamentos.
“Com esta nova unidade avançamos no processo de descentralização do atendimento do ‘Farmácia Gratuita’, que começou com unidades instaladas apenas em terminais de ônibus e, este ano, foi ampliado para novos pontos estratégicos da cidade”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.
O objetivo das Farmácias Gratuitas é facilitar o acesso da população aos itens da chamada farmácia básica, com oferta de medicamentos sem nenhum custo para o usuário. As três primeiras unidades do programa foram instaladas em terminais de ônibus, para beneficiar o expressivo número de pessoas que circula nesses locais, fazendo a troca entre coletivos. Em maio deste ano, foram abertas mais duas unidades, uma no bairro da Compensa, na zona oeste e outra no V8, zona sul. Na Compensa a unidade fica numa área bastante movimentada, de muitos pontos comerciais e agências bancárias. A unidade do V-8 está posicionada num importante corredor viário, por onde passa um grande número de linhas de ônibus.
Nas unidades do Programa Farmácia Gratuita a população tem acesso a 96 itens de medicamentos, entre antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, antiasmáticos, anti-helmínticos (para verme), antibacterianos, antimicóticos, para controle de hipertensão e diabetes, anticoncepcionais e os medicamentos de saúde mental, como anticonvulsivos, antidepressivos, remédios para Mal de Parkinson, entre outros, além de seringa para os pacientes diabéticos que fazem tratamento com insulina. O cidadão tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.
As farmácias estão interligadas online com a Central de Medicamentos do Município, que funciona no bairro do Planalto, zona centro-oeste da cidade. Essa interligação, explica Deodato, permite um monitoramento preciso dos estoques de medicamentos, para garantir a eficiência do abastecimento de cada unidade do programa.
Para retirar o medicamento na Farmácia Gratuita é preciso apresentar apenas a receita expedida por médico credenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e um documento de identidade. A receita precisa conter: nome completo do paciente, medicamento prescrito com o nome genérico (não pode ser o nome comercial), forma farmacêutica, dosagem e modo de usar; carimbo do médico/prescritor e número da inscrição no Conselho Regional; assinatura do médico/prescritor e data de emissão da receita. A receita precisa estar dentro do prazo de validade: 14 dias para antibióticos; 90 dias para medicamentos de uso contínuo; 30 dias para os demais medicamentos do elenco básico.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email