Mais crédito para os pequenos empreendedores

O Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, está ampliando sua oferta de crédito para fomentar pequenos negócios e ajudar na renda e organização financeira das famílias. Oferta de parcelamento de compras para toda a base de clientes da plataforma Mercado Livre, crédito com amortizações flexíveis para vendedores e parcelamento de contas, tributos e faturas pelo aplicativo Mercado Pago estão entre as novidades para o mercado brasileiro. As medidas têm potencial para beneficiar milhões de compradores e vendedores do Mercado Livre e do Mercado Pago.

Compras parceladas ampliadas para todos os usuários Mercado Livre e Mercado Pago

O Boleto Parcelado, produto pioneiro da companhia para o parcelamento de compras realizadas na plataforma sem a necessidade de cartão, será ampliado. A modalidade, antes ativa apenas para clientes previamente aprovados, a partir de agora, está disponível para todos os usuários. Para solicitar, basta ativar o serviço “Mercado Crédito” no site ou aplicativo do Mercado Livre. A operação é sujeita a avaliação de crédito.

“Estamos dedicados a reforçar nossa oferta de crédito com um portfólio digital e simplificado, democratizando o acesso ao dinheiro e apoiando consumidores e pequenos comerciantes neste momento delicado”,  explica Pedro de Paula, diretor do Mercado Crédito no Brasil. “Milhões de brasileiros têm dificuldade de conseguir crédito, principalmente na atual conjuntura. Então queremos permitir que os brasileiros possam financiar o consumo de suas famílias e auxiliá-los na retomada da vida financeira de forma sustentável”, conclui o executivo.

Nesta nova fase, os usuários poderão solicitar uma linha de crédito para parcelamento das compras de R$ 200 a R$ 8.000 em até 12 vezes. Na hora de pagar pela compra, o consumidor escolhe a quantidade de parcelas que deseja e, ali mesmo, já visualiza o cálculo da taxa de juros, bem como o custo final da operação que está contratando.

Crédito com amortizações flexíveis para vendedores

Voltado a pequenos comerciantes, autônomos e microempreendedores elegíveis, as linhas de Capital de Giro do Mercado Crédito ficaram ainda mais customizadas. No modelo tradicional, os empreendedores pagam o empréstimo contratado por meio da amortização de parcelas fixas e mensais.

A partir de agora, com esta nova modalidade de crédito, os empreendedores podem pagar por meio da retenção de um percentual das vendas. Estarão disponíveis linhas de financiamento entre R$ 100 e R$ 350 mil.

A opção foi desenvolvida para atender a negócios com volatilidade de vendas e, assim, oferecer alternativas compatíveis com a evolução do faturamento das empresas. O percentual da parcela diária a ser paga poderá variar entre 15%, 25% ou 35% do total do faturamento.

“Dessa forma, o empreendedor paga prestações que cabem no seu bolso. Estamos o tempo todo próximos dos nossos clientes, acompanhando os altos e baixos do seu ciclo de vendas e os auxiliando da melhor forma”, ressalta o diretor.

Em poucos cliques, o cliente define as condições e contrata o crédito de forma muito intuitiva, transparente (com os custos detalhados) e 100% digital. O dinheiro é creditado imediatamente na conta. Para contratar, basta o cliente acessar a área Mercado Crédito na plataforma ou aplicativo do Mercado Livre ou Mercado Pago.

Parcelamento de contas pelo aplicativo

O Mercado Pago também anuncia o lançamento da função de parcelamento de contas. Aqueles que possuem o aplicativo Mercado Pago poderão parcelar o pagamento de suas contas com total conforto e segurança em até 12 vezes.

Contas e tributos, como faturas de celular, luz, água, telefone, gás, IPTU, e IPVA, entre outros, poderão ser parcelados com cartão de crédito ou com o limite disponível no Mercado Crédito. Para pagamentos com cartão de crédito à vista acima de R$500, incidirá taxa de 2,99% sobre o excedente. Haverá incidência de juros de acordo com o número de parcelas.

Este recurso foi criado para organização das despesas fixas do consumidor. “O parcelamento de contas acomoda os boletos no orçamento atual e auxilia a população a seguir a rotina até que tudo isso passe”, finaliza o executivo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email