Maioria dos deputados enfrentam processos

Dos 55 deputados que compõem a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, 22 enfrentam processos na Justiça. O número equivale a 40% do total e é o segundo maior do país, entre as casas pesquisadas pelo Projeto Excelências, da Transparência Brasil.
O RS fica atrás apenas do Rio de Janeiro, que tem 43% de parlamentares envolvidos com ações judiciais ou citados pelos tribunais de contas por irregularidades.
O Orçamento para 2007 da Assembléia Legislativa do RS é de R$ 310,75 milhões. Dividindo-se esse número pela quantidade de deputados estaduais (55), atinge-se o montante de R$ 5,65 milhões. Segundo a Transparência Brasil, “isso é o que o mandato de cada deputado custa, anualmente,  aos cofres estaduais”.
Dividindo-se o total dos gastos com a Assembléia pela população do Estado, a cifra resulta em R$ 28,35. Esse é o montante com que cada gaúcho arca anualmente para manter a sua Assembléia Legislativa.
É a primeira vez que o estudo leva em conta a Assembléia gaúcha. O projeto detalha também as fichas de todos os 55 deputados estaduais, assim como já fazia com as casas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia, além da Câmara Legislativa do Distrito Federal, a Câmara dos Deputados e o Senado.
Os dados incluem informações sobre a vida profissional e política dos representantes gaúchos, notícias de jornais que envolvem seus nomes em casos de corrupção, suas declarações de bens, as contas de suas campanhas eleitorais e, ainda, informações sobre processos criminais em que são réus, bem como ocorrências envolvendo seus nomes nos Tribunais de Contas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email