Pesquisar
Close this search box.

Maestro Hilo Carriel lança a autobiografia ‘Tempo giusto’

Quem gosta de ler livros autobiográficos com trajetória de sucesso, não pode perder o lançamento de ‘Tempo giusto’, primeiro livro do músico, professor, e maestro itacoatiarense Hilo Carriel, que acontecerá no dia 17, sábado, às 10h, na Biblioteca Pública João Bosco Pantoja Evangelista (rua Monsenhor Coutinho, 529 – Centro – praça do Congresso).

“Tempo giusto é um termo musical que significa ‘no tempo exato’. Não haveria uma expressão mais apropriada para sintetizar as minhas histórias”, escreveu Hilo.

“Em diversas situações da minha vida, eu pensava: poderia ter sido mais fácil, mas aí eu não teria um livro para escrever”, concluiu.

No livro, Hilo conta sobre situações que foram resolvidas no limite do prazo, ajudas que vieram de onde ele menos esperava, minutos que mudaram sua história, verdadeiros milagres.

“É isso que quero compartilhar com o leitor. Histórias de um maestro amazonense”, completou.

Hilo nasceu em Itacoatiara, mas veio para Manaus com apenas dois anos. Aqui cresceu no bairro de São Jorge e quando tinha apenas cinco anos, foi despertado para a música.

“Minhas primeiras aulas de teclado foram na Igreja de Deus Pentecostal do Brasil, no Boulevard Álvaro Maia, e foi a partir dali que comecei a me interessar pela música”, lembrou.

Dos cinco aos 15 anos de idade, Hilo participou dos cultos na Igreja Pentecostal, sempre observando os tecladistas. Aos poucos foi aprendendo as músicas até que um dia foi convidado para integrar o grupo musical do templo religioso. Nesse percurso, outros fatores o direcionaram para a música. Aos oito anos ele ingressou num curso de teclado na Escola de Música do Ida Nelson e aos doze, na mesma Escola, começou a estudar piano.    

Decisão na adolescência

Até os 16 anos, Hilo tinha a música apenas como um hobby, nem imaginando se profissionalizar nessa arte.

“Nessa idade mesmo fiz vestibular para bacharelado em regência, na UEA, ao mesmo tempo em que cursava engenharia de produção, na Ufam, mas logo abandonei esse segundo curso. Passei a ver a música como uma possibilidade de profissão”, contou.

A formação profissional do rapaz, então, como maestro, se deu na UEA, na Escola Superior de Artes e Turismo. Seu mestrado em Performance de Regência foi no Peabody Institute of the John Hopkins University, em Maryland, considerado um dos melhores conservatórios dos Estados Unidos.

Ao concluir o mestrado, Hilo foi selecionado como Conducting Fellow (Companheiro de Regência) pela Baltimore Symphony Orchestra, também de Maryland, na temporada 2018/2019.

Em 2019, o itacoatiarense venceu o Prêmio Concerto de Música Clássica e Ópera, na categoria Jovem Talento. O Prêmio é organizado pela Clássicos Editorial, que publica a Revista Concerto e premia instituições, projetos discográficos e produções de ópera em sete categorias. Nesse mesmo ano foi finalista da Sir Georg Solti Competition, promovida pela Chicago Symphony Orchestra.

“Considero que, a partir daí, tive reconhecimento internacional, pois fui selecionado pelo maestro Gustavo Dudamel para participar da Dudamel Fellowship com a Los Angeles Philharmonic na temporada 2019/2020”, revelou.

A batuta não mais parou nas mãos de Hilo, que já regeu a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Filarmônica de Minas Gerais e a Orquestra de Câmara do Amazonas, entre outras. Este ano já regeu a Filarmônica do Amazonas.

Atualmente, Hilo Carriel é um dos dois pianistas do Coral do Amazonas e professor de regência no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro.   

Plantando sementes

‘Tempo giusto’ é estruturado em forma de ópera, com Abertura, Três Atos, e Final, exatamente como tem sido a vida de Hilo. No trecho a seguir ‘Sementes’, ele demonstra que um de seus objetivos é servir de exemplo para os futuros profissionais da música.

“Agora, com a situação financeira resolvida, eu poderia planejar minhas férias com a família, no Brasil. Era hora de descansar e me preparar para mais dois semestres intensos nos Estados Unidos. Decidi que minha primeira parada seria em Manaus. Minha vontade era compartilhar meu aprendizado com estudantes de música e quem sabe inspirar alguém a continuar batalhando por seus objetivos. Com a ajuda de colegas de Manaus e de músicos brasileiros que tinham experiência em diferentes países, eu organizei uma palestra sobre estudos no exterior e expansão de fronteiras na carreira musical. A palestra foi oferecida gratuitamente dentro dos cursos de música da Universidade Federal do Amazonas e da Universidade do Estado do Amazonas”.   

Quem desejar adquirir ‘Tempo giusto’ antes do lançamento pode fazê-lo no Sophia Café, av. Joaquim Nabuco, 2039 – Centro.  

***

Evaldo Ferreira

é repórter do Jornal do Commercio
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar