Maçonaria entra na raia. E agora?

Para alguns uma sociedade secreta, para outros uma filosofia e para outros ainda uma religião, o fato é que a maçonaria sempre esteve na vanguarda de praticamente todos os movimentos revolucionários do Ocidente há pelo menos dois séculos. Pois agora a instituição vai entrar de cabeça no movimento contra a corrupção no país e está convocando “irmãos” das duas lojas maçônicas de Manaus e das filiais destas para uma manifestação às 16h desta sexta-feira (13) na Praça da Polícia, quando pretendem dizer “não à corrupção”. Mesmo que não incluam o “Fora, Dilma” em seus panfletos e convocações, está implícito que concordam com a marcha convocada para o domingo (15), mesmo que tenham marcado o próprio movimento para o mesmo dia em que entidades de classes ligadas ao PT devem ir às tentar abafar o grito pelo impeachment da presidente. A ação da maçonaria é sintomática e indica enorme incômodo com a situação do país e inquietação com notícias de bastidor, já que a instituição é uma das que mais reúne próceres dos poderes e das entidades empresariais que comandam a economia do país. E faz um bom tempo que os maçons não vão para as ruas protestar contra alguma coisa. É uma sinalização e tanto.

Frente & Perfil

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email