Encravada na Amazônia, a capital do Amapá é lugar certo para o pouso de aves migratórias, que se somam aos flamingos, tucanos, guarás, tartarugas marinhas e de rio, jacarés-açu, peixes-boi, tamanduás-bandeira, tatus-canastra e tantos outros animais que completam a rica fauna da região e dão um colorido especial ao verde da floresta. Em Macapá, o rio Amazonas tem suas águas domadas nas praias da Fazendinha e do Araxá, permitindo deliciosos banhos.

Cortada pela linha do Equador, Macapá guarda a memória do estado em alguns de seus monumentos históricos. Um deles é o Forte de São José, na entrada da cidade. Concluído em 1782, depois de 18 anos de trabalho de índios e de escravos, o forte é um exemplo da influência francesa na cultura regional e um dos monumentos militares mais bem preservados do Brasil.

A memória do Amapá também está representada na igreja de São José de Macapá, de 1761. A igreja é o monumento mais antigo da cidade e preserva traços coloniais na versão mais despojada dos jesuítas. Como lembrança, na Casa do Artesão pode-se comprar cerâmica revestida em pó de manganês e arte indígena. A beleza do artesanato indígena se destaca nos armamentos produzidos com madeiras nativas e na diversificação de utensílios e ornamentos confeccionados com dentes, ossos de animais, penas de pássaros, sementes e fibras vegetais.

Forte de São José de Macapá , construído entre 1764 e 1784, numa língua de terra que avança pelo rio Amazonas, é um atrativo da cidade que encontra-se em sua zona central.

A Fortaleza de São José foi construída a partir de uma grande muralha de pedra. Os portugueses tomaram a decisão de construir este complexo militar para garantir o domínio sobre o extremo norte do Brasil constantemente ameaçado pelos invasores estrangeiros. Ela é a maior fortificação construída pelos portugueses no Brasil e por causa dessa importância histórica e da sua arquitetura que foi elevada à categoria de patrimônio nacional em 1950.

Conhecida como Marco Zero, ou seja, com sua latitude de 0 grau, encontra-se a 5 km do centro da cidade de Macapá e pode ser alcançada pela Rodovia Juscelino Kubitscheck. Para representar a importância do local, foi construído um monumento, com relógio de sol e terraço para observações.

A partir do Porto de Santana, 28 km ao sul de Macapá , existe uma variedade de passeios de barco que podem ser feitos pelas ilhas do rio Amazonas, incluindo a ilha de Marajó, os igarapés, os estreitos canais entre as ilhas e, na direção do Oiapoque, ao norte, pode ser visitada a área de fronteira com a Guiana Francesa.

APOIO AO CINEMA

Foto: Divulgação

Apoiar a comunidade e ajudar na retomada para que o Turismo volte à normalidade, o mais rápido possível, é um dos grandes objetivos do Grupo Golden Propriedades de Lazer que fechou como patrocinador máster da 49ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Formado em 2015, o grupo investe em empreendimentos hoteleiros e de multipropriedade na Região das Hortênsias. São seis as empresas que formam o Grupo Golden: WAM, Laghetto Hotéis, ABL Prime, WERT Estada & Co, Construtora PRG e Athivabrasil. O Festival vai até 21 de agosto, em formato híbrido.

AVIESP EM ALTA

A 43ª e última edição da Aviesp Expo, organizada pela Associação das Agências de Viagens do Interior do Estado de São Paulo, já conta com 74% de seus estandes vendidos. O evento será realizado presencialmente nos dias 26 e 27 de outubro, no Centro de Eventos do Hotel Monte Real, em Águas de Lindóia (SP). Com o tema “Reencontro”, a feira reunirá expositores, agentes de viagens e o mercado em geral, seguindo todos os protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde, Governo do Estado de São Paulo e autoridades locais.

INDICAÇÃO GEOGRÁFICA

O Circuito das Águas Paulista, composto por nove importantes cidades turísticas, está em busca da conquista da Indicação Geográfica na modalidade Indicação de Procedência para as cachaças produzidas na região. O processo para essa certificação iniciou-se neste ano com o apoio logístico do Sebrae e do Instituto Federal de São Paulo, e os resultados devem ser divulgados nos próximos anos. As Indicações Geográficas projetam imagem associada à qualidade, à reputação e à identidade de produto. Assim o registro pode conferir maior competitividade nos mercados nacional e internacional.

SOPA DE CEBOLA

Foto: Divulgação

O tradicional restaurante da Sopa de Cebola do Ceasa, em São Paulo, inovou o cardápio para levar novos sabores até você. Os antepastos de alichella, caponata siciliana, sardela e tomate seco são uma boa pedida para o lanche, para um happy hour ou para servir de entrada antes do jantar. Os antepastos são deliciosos e ficam ainda melhores nos pães caseiros de calabresa ou torresmo também disponíveis no restaurante. Para uma refeição leve e saborosa, nada melhor do que uma boa torta. No restaurante Sopa de Cebola do Ceasa você encontra nos sabores palmito, frango, alho-poró e camarão.

TURISMO RELIGIOSO

Foto: Divulgação

Em Aparecida do Norte, o turismo gira em torno da Basílica Nova de Aparecida, que recebe milhares de peregrinos e é a segunda maior do mundo. É possível ver a imagem da padroeira do Brasil, encontrada no Rio Paraíba do Sul em 1717, visitar o Museu de Cera, passear no teleférico e ver o pôr do sol no Morro do Cruzeiro ou na Torre de Brasília, com 110 metros de altura. A antiga Basílica e o passeio de trem dentro do complexo são outras atrações que não se deve perder. Para se hospedar, há o Summit Hotel Porto Real, na principal avenida da cidade, a 100 metros do Porto dos Milagres.

CONNECTION EXPERIENCE

O Connection Experience, que ocorre nos dias 9 e 10 de setembro em Canela, na Serra Gaúcha, promete levar a uma total imersão de conteúdo. Para isso foram selecionados palestrantes nacionais e internacionais que são cases de sucesso nas suas respectivas áreas. NATUREZA, DIVERSIDADE E TURISMO será o tema debatido nesse painel. Começa com Ana Báez, simplesmente a presidente e consultora sênior da Turismo & Conservación Consultores S.A. da Costa Rica e que vai abordar o conceito de natureza do seu país. E, ainda, tem a palestra de Any Brocker, diretora do Grupo Brocker.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email