‘Luz para Todos’ é prorrogado pela segunda vez

O programa do governo federal ‘Luz para Todos’, que deveria ser concluído no final deste ano, foi prorrogado pela segunda vez para finalização de obras contratadas por meio do decreto 7.520/11 . No Amazonas, das 81 mil famílias previstas, cerca de 66,4 mil (82%) foram atendidas até maio, conforme dados fornecidos pela Amazonas Energia. Os 18% restantes e mais quota adicional ainda não especificada pela concessionária deverão ser entregues até dezembro de 2014.
De acordo com a coordenação do Programa na Amazonas Energia, além desse percentual, a prorrogação é necessária para suprir novas demandas que foram surgindo ao longo do projeto, tanto no Amazonas quanto em outros Estados do Norte e Nordeste, principalmente. “Aqui, nós ligamos cerca de 4.000 famílias por ano, que retornaram para a área rural dos municípios e, com isso, o número de atendimento é bem maior do que aquele que estava previsto inicialmente”, explicou o ge‑ rente do departamento Radyr Gomes de Oliveira.

Termo de compromisso

Segundo ele, o decreto vai gerar novo termo de compromisso para atender as famílias que ficaram de fora da primeira fase. “A proposta é que até o final de 2014 a gente tenha universalizado a energia elétrica no Amazonas. Mesmo ao término do programa, temos como meta, eletrificação rural permanente para atender as famílias que decidam voltar para a zona rural”, afiançou.
Para Radyr Gomes, entre os fatores de atraso da entrega das obras estão a distância entre as comunidades e os problemas sazonais. “Temos que obedecer os períodos de seca e cheia dos rios para fazer transporte do material para as obras”, justificou.
O valor do investimento para a próxima etapa do programa no Amazonas ainda não foi definido, pois o processo está em fase de licitação. O gerente informou ainda que o Ministério de Minas e Energia, vai reunir as distribuidoras com obras pendentes, nos próximos 20 dias, para revisão dos Manuais de Operacionalizalçao e Projetos Especiais. Só então, as concessionárias darão continuidade ao programa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email