Lula quer investimento na Finlândia

O presidente Luiz Inácio não descartou, ontem, buscar petróleo fora país. A viagem à Finlândia tem como objetivo incentivar o comércio e os investimentos estrangeiros no Brasil.

De acordo com o presidente Lula, “nós temos possibilidade de fazer parcerias na área de petróleo, porque a Petrobras é uma empresa importante e pode fazer parceria com as empresas desses países e tentar pesquisar petróleo em outros mares, não precisa ser apenas no território brasileiro. É isso que nós precisamos vender para eles”.
O presidente disse ainda estar tentando aperfeiçoar os negócios com os países nórdicos. “Nós temos uma parceria importante com a Finlândia, com a Suécia, com a Noruega e com a Dinamarca. Depois que nós visitarmos esses quatro países aqui, nós vamos passar na Espanha para discutir com os empresários a possibilidade de investimentos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento”. E depois discutir com eles a questão do biodiesel, porque o mundo, na medida em que tenha que cumprir o Protocolo de Quioto, na medida em que todos nós temos responsabilidade de despoluir o planeta, ou seja, evitar que haja muitas emissões de CO2, todos nós precisamos então aprimorar o nosso conhecimento tecnológico em combustíveis”.
“O Brasil precisa se modernizar, ou seja, o Brasil, para crescer, ele precisa cada vez mais oferecer no setor de serviços empresas mais modernas, gente mais preparada, e eu penso que é importante atrair essas empresas para fazer investimentos no Brasil. Nós queremos trocar idéias, queremos aprender as coisas boas que eles fazem, queremos ensinar para eles aquilo que nós fazemos”, reiterou.

Oportunidade de negócios

Durante o Seminário Empresarial Brasil-Finlândia sobre Oportunidades de Investimentos para o Brasil, o presidente Lula afirmou que já estão dadas as oportunidades de negócios para um desenvolvimento sustentável entre os dois países. “O mundo globalizado não permite que fiquemos sentados, esperando que oportunidades passem em nossa frente”, disse o presidente. Ele citou como exemplo bem-sucedido a atuação da empresa Nokia, com uma unidade na Zona Franca de Manaus e um centro de tecnologia em Brasília, na produção de telefones celulares. “Os empresários finlandeses já descobriram o Brasil. Falta aos brasileiros descobrir a Finlândia, sobretudo a Petrobrás”. O presidente convidou os finlandeses a se tornarem parceiros do PAC e a investirem na tecnologia de etanol e biocombustíveis. Ele voltou a responder a críticas de países como Venezuela e Cuba, por exemplo, de que a iniciativa brasileira na área de biocombustíveis prejudica a agricultura.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email