Lula destaca economia do Brasil

Ao participar em Copenhague, da cerimônia de abertura do Seminário Empresarial Brasil-Dinamarca, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou a importância de os dois países serem “mais ambiciosos” e intensificarem suas relações econômicas. “Um comércio bilateral que beira os US$ 500 milhões não faz justiça às potencialidades de duas economias competitivas e cada vez mais integradas à economia global”.
Lula aproveitou a oportunidade para dizer aos empresários dinarmaqueses que a economia brasileira está sólida e passa por um processo virtuoso. “No início de meu governo, foi necessário garantir a estabilidade monetária, combater a inflação e equilibrar as contas públicas”, lembrou o presidente. Segundo ele, a economia se abriu mais ao comércio exterior e recebeu volumosos investimentos estrangeiros. “A taxa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deve ficar próxima de 5% este ano, o dobro da média da última década. A inflação está estabilizada na faixa dos 4%, e os juros continuam caindo”, afirmou.
O setor externo da economia, destacou Lula, também contribuiu para impulsionar a retomada do crescimento brasileiro. “Nossas exportações superaram US$ 137 bilhões em 2006 e devem se aproximar de US$ 170 bilhões este ano”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email