Lucro do Google supera estimativas do mercado e mantém crescimento

O site de buscas Google voltou a demonstrar que, aparentemente, é imune à crise, apesar das previsões dos analistas de que a turbulência financeira afetaria seu resultado trimestral. Contrariando as expectativas, a companhia anunciou que seu lucro líquido no terceiro trimestre de 2008 cresceu 26% em relação ao mesmo período do ano passado, para US$ 1.346 bilhão (US$ 4.24 por ação).
Desconsiderando os custos relacionados ao programa de opções sobre ações para os funcionários, os ganhos da companhia foram ainda maiores, de US$ 4.92 por título, aproximadamente US$ 0.20 maior que o projetado por especialistas.
O site de buscas também divulgou que sua receita entre julho e setembro aumentou 31%, para US$ 5.541 bilhões, e que suas vendas, descontadas as comissões pagas a seus sócios, subiram para US$ 4 bilhões.
Em um momento no qual cada vez mais companhias do setor estão anunciando demissões e previsões pessimistas para os próximos meses, o Google disse que vai continuar investindo nas áreas que considera fundamentais para seu futuro.
“Embora sejamos realistas sobre o mau estado da economia global, continuaremos administrando o Google pensando no longo prazo, melhorando as buscas e os anúncios, e investindo em áreas com crescimento futuro, como negócios, telefones celulares e publicidade gráfica”, disse seu executivo-chefe, Eric Schmidt.
No entanto, a empresa, famosa pelos benefícios que oferece aos seus funcionários, como comida de graça e subvenções para a compra de automóveis híbridos, tentará conter seus gastos, o que, segundo Schmidt, “é o correto”.
O Google não especificou que áreas terão que enxugar suas ­despesas, as quais, no terceiro trimestre, totalizaram US$ 3.798 bilhões, contra os US$ 2.913 bilhões do mesmo período do ano passado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email