Lojistas buscam se adaptar ao novo decreto estadual

Assim como o comércio de rua, os shoppings de Manaus também estão se adaptando ao ‘novíssimo normal’ imposto pela escalada da pandemia no Amazonas e pelo decreto n° 43.236. As mudanças preveem horário reduzido no atendimento presencial – de 12h às 20h, de segunda a sexta – e aumento do uso de modalidades serviços de entrega e de postos de coleta para garantir vendas aos sábados e domingos, quando as lojas estarão impedidas de receber clientes. As novas regras valem até o dia 11 de janeiro de 2021.

Para os lojistas, as alterações ainda não implicaram custos adicionais, mas o horário reduzido aponta para uma janela de oportunidade menor para desovar estoques e atender metas de faturamento. A maior dificuldade enfrentada pelos empresários, entretanto, está na incerteza, dado que ninguém ainda sabe se 12 de janeiro será dia de relaxamento das medidas, de prolongamento do atual status quo, ou mesmo de um eventual – e temido – endurecimento. Tudo dependerá da evolução dos números da pandemia até lá. 

O presidente da Associação de Lojistas do Amazonas Shopping, André Gesta, conta que os empresários ficaram chocados com o primeiro decreto, justamente na sazonalidade de alta para comércio e serviços. Proprietário de lojas de calçados femininos no centro de compras – e também de uma franquia de materiais esportivos nos shoppings Manauara e Ponta Negra –, o empresário diz que não estava a par gravidade da situação e concorda que é necessário salvar vidas, mas salienta que o novo decreto foi a melhor medida para todos, embora ainda imponha sacrifícios. 

“Todos estavam se preparando para uma renda forte no Natal e no Ano Novo, e agora vão ter de fazer o possível para vender produtos perecíveis e específicos para a data, a exemplo de roupas brancas para o Réveillon. E terão menos tempo para isso, pois já perdemos dois dias de faturamento neste fim de semana e teremos quatro horas a menos diariamente, sem contar com os fins de semana. Mas, poder atender de segunda a sexta já foi uma grande vitória”, ponderou.

Embora adiante que o movimento estava mais fraco do que o registrado em dezembro de 2019, o empresário diz que é cedo demais para cravar que as lojas vão faturar menos no novo cenário. Ele avalia que alguns segmentos – como as lojas de informática/eletrônicos e de vestuário/calçados – tendem a reagir melhor pelo fato de as pessoas ficarem mais em casa, e outros tendem a sofrer com o horário limitado a segunda a sexta – como os serviços de cinema, teatro e alimentação.  

Andre Gesta acrescenta ainda que os mesmo decretos vigentes no período da pandemia impedem a realização de promoções nas dependências das lojas, limitando o alcance das estratégias comerciais ao modo online. “O problema é o consumidor local ainda não tem a cultura de comprar tanto pela internet, preferindo fazer isso de forma presencial. E há também a incerteza e apreensão de não sabermos como as coisas vão ficar no dia 12. Esse é o desafio para essa virada de ano e o começo de 2021”, frisou.

Amazonas Shopping

Por enquanto, os centros de compras tomam as providências necessárias para atender ao decreto n° 43.236. A direção do Amazonas Shopping informou, por intermédio de sua assessoria de imprensa, que está reforçando o atendimento pela modalidade drive-thru. “Dessa forma, o cliente tem a comodidade e a segurança de comprar pelos canais digitais das lojas e agendar o dia da retirada do produto no shopping, sem precisar sair do veículo”, mencionou o texto da assessoria. 

O gerente de Marketing do Amazonas Shopping, André Santi, lembra que o drive-thru já havia sido lançado no início da pandemia como uma alternativa para os consumidores continuarem aproveitando as suas lojas preferidas, com total segurança. “Mesmo com a retomada das atividades, o serviço continuou ativo”, garantiu.

Para comprar por drive-thru, o cliente deve acessar o link de whatsapp das lojas nos canais digitais do shopping e agendar com o vendedor a retirada do produto, no estacionamento do mall. A lista de lojas que atendem por essa modalidade está no site www.amazonasshopping.com.br, sendo que algumas lojas também oferecem delivery. A direção da empresa recomenda o uso de máscara também no momento de retirada.

Os serviços essenciais funcionam em horário normal. O supermercado Carrefour abre das 8h às 22h e as farmácias seguem abertas, das 10h às 22h (segunda a sábado) e das 14h às 21h (domingos). Já a academia Smart Fit funciona de segunda a sexta (6h às 22h, com pausa das 14h às 15h para higienização dos ambientes) e também nos sábados (8h às 22h, com intervalo das 12h30 às 13h30).

De acordo com sua assessoria de imprensa, o Amazonas Shopping também continua adotando cuidados para a prevenir o contágio em suas dependências. As ações incluem aferição de temperatura nas entradas, disponibilização de dispensers de álcool em gel com acionamento pelo pé, marcação do piso nos espaços do centro de compras, para garantir distanciamento social. É obrigatório também o uso de máscaras.

Millennium Shopping

Já o Millennium Shopping informa, igualmente por meio de sua assessoria de imprensa, que também está providenciando os preparativos necessários para atender a determinação do governo estadual, atendendo a jornada prevista para os serviços não essenciais. “A partir das 6h, os serviços essenciais que compõem o mix do Millennium, como clínicas, drogarias e laboratórios, já estarão funcionando. Porém, o acesso será apenas pelo estacionamento G1”, ressalvou a coordenadora de marketing do Millennium, Elizandra Xavier.

Os contatos das lojas estão disponíveis millenniumshopping.com.br. No site, os clientes também encontram a Vitrine Virtual, um canal onde os lojistas divulgam seus produtos e serviços, aumentam as vendas e estreitam o relacionamento com o consumidor. Segundo a coordenadora de marketing do Millennium Shopping, a Vitrine Virtual permite escolher o produto, forma de pagamento e entrega. “Ela funciona como uma extensão do shopping, onde o cliente pode acessar fotos e preços, além do WhatsApp das lojas, onde podem conversar direto com os vendedores”, detalhou. 

No mesmo texto, a direção do mall reforça que segue com todas as medidas protetivas para os funcionários e clientes, como o uso de máscaras e álcool em gel, o distanciamento social, higienização de embalagens, implantação de barreiras de proteção nos caixas e locais de pagamento, além da intensificação da higienização dos ambientes.

Nesta quinta (31), o Millennium vai funcionar excepcionalmente das 12h às 18h, em função do Reveillon. No seguinte (1°), a praça de alimentação e lojas não vão operar. “A expectativa é positiva e acreditamos que, apesar do ano difícil, os consumidores estão confiantes e os lojistas estão apostando em ofertas e nos canais virtuais para iniciar o ano com boas vendas”, encerrou Elizandra Xavier.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email