11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Lojas queimam estoques do Dia dos Pais

Meta do setor agora é limpar as prateleiras para iniciar preparativos para festas de fim de ano

Após um significativo aumento nas vendas do Dia dos Pais, de 30% acima da expectativa de 10%, dependendo do segmento e comparado ao ano passado, o próximo passo do comércio é focar em estratégias para ver seus estoques “limpos” em no máximo 60 dias, quando as programações de compras das redes se voltam às vendas do Natal. Segmentos de vestuário, calçados, acessórios e até eletrônicos vão desovar produtos em outlets ou bazares, como é o caso da World Tenis Classic, do segmento de calçados esportivos, e a Buckman, de confecção masculina -ambas localizadas no Shopping Ibirapuera, em São Paulo. A data já começa a dar sinais em deixar a 5ª posição recordista de vendas em datas comemorativas para se aproximar da 2ª mais importante do ano, o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, a terceira no ranking.
Empresas como a Polishop, de eletroeletrônicos, tiveram um acréscimo de 30% acima do Dia das Mães. Segundo Werley Almeida, gerente da Buckman, a unidade do Shopping Ibirapuera, em São Paulo, teve incremento de 70% em seu estoque por conta do Dia dos Pais e 90% deste foi vendido até domingo, 8. “As peças carro-chefe, como camisas e ternos, continuam na loja para aquecer as promoções, que oferecem descontos de até 50%. O restante da coleção mandamos para outlets da marca, onde leva menos de 60 dias para acabar devido a descontos que chegam até 70%”, destacou Almeida.
Da mesma forma, a World Tenis Classic, segundo Paulo Henrique, subgerente da unidade do Shopping Ibirapuera, redimensiona cerca de 50% da sobra de seu estoque para o outlet da marca, também ofertando descontos entre 50% e 70%. Mas a grande surpresa da empresa é o fato do Dia dos Pais ter ultrapassado em 300% as vendas do Dia das Mães. “Temos tênis femininos e masculinos, e esse ano, na véspera do Dia das Mães vendemos R$ 3.000. Na do Dia dos Pais, chegamos em R$ 12 mil”, comemorou.
Também em ritmo de comemoração, a Polishop do bairro de Moema, na capital paulista, segundo Jorge Levis, gerente da loja, teve um aumento das vendas de Dia dos Pais 25% maior que o Dia das Mães. “Nosso estoque teve um incremento de 40% para o Dia dos Pais e vendemos praticamente tudo. Ultrapassar as vendas de presentes para as mães foi uma grande surpresa”, contou Levis.

Giro de produtos

Já o Ponto Frio, do segmento de eletroeletrônicos, que segundo Fabio Vasconcelos, gerente da unidade do Shopping Ibirapuera, não incrementa o estoque especialmente para a data, o acréscimo das vendas este ano ficou em torno de 20%. A loja My Store, do segmento de eletrônicos e gadgets, segundo Sid Xavier, gerente da unidade da rede, o presente mais vendido na loja foi o Ipod. “Ofertamos descontos de 15% nos aparelhos e vendemos 30% mais que no Dia das Mães”, confirmou Xavier.
Lojistas como o Grupo Oscar Calçados, desde o início de março aposta no sistema fast fashion de vendas, quando semanalmente os clientes têm a disposição novidades nas vitrines. “Com o Dia dos Pais e este novo sistema de giro de produtos, prevemos média de 20% no aumento das vendas”, contou o diretor do Grupo, José Oscar Constantino.

Centros de compras apostam em retomada pós-Copa

O Center Norte, representando os shoppings que possuem maior fluxo de consumidores, aguardava alta de 12% nas vendas para o período do Dia dos Pais. Segundo a gerente de marketing do empreendimento, Gabriela Baumgart, a expectativa de fluxo de visitantes também cresce, principalmente nos fins de semana que antecedem a data. “As lojas incrementaram o mix de produtos e quem antecipou compras, encontrou peças de inverno com descontos de até 70%”, disse.
Outro mall que garante que o movimento “bombou” nesta data é o Shopping Interlagos, que recebeu um número expressivo de pessoas na semana da data comemorativa . Na sexta-feira, 6, o centro de compras recebeu mais 115 mil pessoas, contra 100 mil de um dia de semana normal. Já no sábado, 7, a expectativa girava em torno de 132 mil pessoas, quase 20% mais do que num sábado normal, quando 110 mil pessoas visitam o empreendimento. “As vendas do período também estão em alta e as expectativas são de 10% de aumento, se comparadas às do Dia dos Pais do ano passado”, informou a superintendente, Carla Bordon Gomes.
Mais conservador, o Raposo Shopping aguarda um crescimento de 10%, em relação ao ano passado. “Com a chegada de mais lojas, entre elas, novas âncoras como C&A e Renner, além de estacionamento e praça de alimentação ampliados, os consumidores aumentam o tempo de permanência no shopping, o que, consequentemente, eleva o consumo mediante o apelo da data”, afirmou o superintendente do Raposo , Marcelo Ghitnic.

Alavancamento da data

A Alshop (Associação Brasileira de Lojistasde Shoppings) confirma o alavancamento da data, com uma expectativa de aumentar as vendas em média de 10%. O setor de complementos e acessórios se preparou para atrair compradores com vitrines personalizadas e com desconto de até 70% esperando assim aumentar em 8% as vendas nestas lojas.
As livrarias de todo o país também reservam grandes lançamentos literários para a data, com o objetivo de atingir os pais que não dispensam uma boa leitura, com expectativa de incrementar em 15% as vendas dos pontos de venda especializados. “O Dia dos Pais servirá como uma retomada das vendas nos centros de compras, após o leve declínio sofrido durante a Copa do Mundo”, relatou o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun.
Após ver aumento nas vendas do Dia dos Pais de 30% acima da expectativa, o comércio começa a focar em estratégias para limpar estoques em até 60 dias, quando as programações de compras das redes se voltam ao Natal. Lojas de vestuário, calçados, acessórios e até eletrônicos miram agora levar o que sobrou de produtos para o Dia dos Pais para outlets ou bazares, como a World Tennis Classic (calçados esportivos), e a Buckman (confecção masculina), localizadas no Shopping Ibirapuera. Com incremento de 30% nas vendas neste final de semana, a Polishop é outra que viu a data ultrapassar inclusive as vendas de Dia das Mães, após aumentar em 70% seu estoque.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email