Litoral do Conde, verdadeiro paraíso

Distante pouco mais de 30 km da capital paraibana, as praias do município do Conde, litoral sul da Paraíba, têm chamado a atenção dos turistas, mas principalmente, dos empresários estrangeiros, que encontraram naquela região um ambiente ideal para investimentos em equipamentos hoteleiros e serviços. Atualmente os estrangeiros possuem 14 equipamentos hoteleiros, entre pousadas, hotéis e até resorts.
Dos quase dois mil leitos existentes no Conde, 40% estão nas mãos deles. Um trecho do litoral da Paraíba é “europeu”. São suecos, holandeses, alemães, portugueses, argentinos, japoneses, ingleses, angolanos e uruguaios que descobriram as belezas naturais da região e o imenso potencial de desenvolvimento no setor turístico.
Com tantos hotéis e pousadas, e até o único resort da Paraíba – Mussulo By Mantra – a Costa do Conde estará desenvolvendo um projeto para tornar 12 desses estabelecimentos em um “Roteiro do Charme do Brasil”. O projeto é de autoria da secretária de Turismo da Paraíba e contará com a participação dos integrantes do Departamento de Arquitetura e Urbanismo do Unipê, uma faculdade privada de João Pessoa. A ideia é transformar ambientes das pousadas e hotéis em lugares de charme, como um referencial a mais de atração de turistas.
O litoral paraibano tem 138 km de extensão, onde desfilam 55 praias naturais e urbanizadas onde as suas areias claras, mar verde-azulado é incrementado por suaves enseadas, barras, estuários, restingas, cordões litorâneos, tabuleiros, falésias e salpicada, em vários trechos, por coqueiros, cajueiros, maçarandubas e guajirus. Do Sul, o litoral paraibano faz limite com Pernambuco e, ao Norte, com o Rio Grande do Norte.
O Conde conta com mais de 10 praias inesquecíveis, mas as mais tradicionais e conhecidas são as de Tambaba, que fica a 40 km de João Pessoa, localizada à Barra de Garaú, e Coqueiro. Em Tambaba foi instalado o primeiro campo de naturismo oficial do Nordeste e o segundo do Brasil. Com uma extensão de 1,7 metros de pura beleza selvagem, Tambaba é protegida por suas falésias altas e íngremes, ora cobertas por mata densa, ora desnudas, enaltecendo o colorido dos terrenos de cor avermelhada ou branca. O acesso a esta praia é facilitado pela BR-101, integrada à rodovia Conde-Jacumã.
O Conde ainda tem o privilégio de ter em seu litoral a praia de Coqueirinho, que, como diz o nome, possui muitos coqueiros. A praia tem forma arredondada com várias falésias. Em um dos seus trechos tem águas claras, ondas fracas e arrecifes. Em outro ponto, possui ondas fortes em mar aberto, que formam grutas naturais nas rochas. Coqueirinho é considerada como sendo uma das praias mais belas do litoral paraibano, ideal para mergulhos, surfe e prática de pesca submarina e para camping.
Se os turistas encontram belezas inesquecíveis no litoral paraibano, há ainda roteiros que intrigam a imaginação de todos. No litoral paraibano está registrado um ‘cemitério’ de navios. Isso mesmo. Mergulhadores especializados e documentos da Marinha Brasileira têm registros, a partir do Século 16, que apontam sinistros que incluem um rol de brigues ingleses, escunas e caravelas portuguesas e espanholas, navios americanos e de outras nacionalidades, que adernaram para sempre nas praias tabajaras.
É o que os marinheiros chamam de Cemitério no mar. No Conde, a praia de Jacumã registra um desses naufrágios. Em profundidades que variam de 10 a 45 metros, estão afundados a escuna Jessé, de bandeira portuguesa (1574); as embarcações francesas Pierre (1582), Jumeau (1708), Chargeur D’ Flote (1712), o Piegge e o Marie II (1722), além dos navios americanos Shorting Star (1856) e Transit (1871). Em 1866 naufragou alí o navio inglês Queen Of The Forthe. Em outras praias próximas, existem cascos que jazem sob a água há mais de 100 anos.
Mas até mesmo quem não gosta de mergulhar e não tem muito interesse por navios afundados com certeza se encantará pelas belezas naturais do litoral sul paraibano.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email