Literatura – O livro do destino

xxxxx

Duas vezes banido no Irã, onde hoje é um dos maiores best-sellers de todos os tempos, O LIVRO DO DESTINO chega agora às livrarias brasileiras, pela editora BERTRAND BRASIL. Escrito pela socióloga e psicóloga Parinoush Saniee, o título já foi traduzido em várias línguas e, em 2013, recebeu o Boccaccio Prize, na Itália. O LIVRO DO DESTINO narra, de forma épica, a vida de Massoumeh, uma mulher que, ao longo de 50 anos, vivencia as agruras impostas pela sociedade repressora de seu país, passando por privações, abusos e momentos de miséria. Por meio da saga de Massoumeh e sua família, o livro abre uma janela de meio século sobre a turbulenta história do Irã e de seu povo.
Adolescente na Teerã pré-revolucionária, Massoumeh é uma menina comum, apaixonada pelos estudos. A caminho da escola, ela conhece um homem por quem se apaixona – mas, quando seus familiares descobrem as cartas que ele lhe escreve, Massoumeh é apontada como uma desonra para a família. Como consequência, a jovem é obrigada a se casar às pressas com um homem que nunca viu. Prevendo um futuro sem amor e sem estudos, Massoumeh fica desolada – embora uma vizinha a encoraje a aceitar o rumo dos acontecimentos: “Cada um tem um destino, e você não pode ir contra o seu”.
Os anos que se seguem ao casamento de Massoumeh revelam-se transformadores para o Irã. Hamid, seu marido, é um dissidente marxista, perseguido primeiramente pelo regime opressor do Xá e depois pelos fundamentalistas que ele próprio ajuda a chegar ao poder. O destino de Massoumeh, até então ditado pela lealdade à família e à tradição, fica atrelado às mudanças radicais do país.
O livro do destino conta a poderosa história de uma mulher que vivencia intensamente as reviravoltas políticas e culturais de seu país. Com uma narrativa que se inicia anos antes da revolução de 1979 e segue até o tempo presente, a obra fala sobre amizade e paixão, medo e esperança – com uma rara visão interna da sociedade iraniana.
“Proibido duas vezes no Irã, O Livro do Destino é agora um dos livros mais vendidos de todos os tempos no país – e é difícil imaginar o impacto que teve uma narrativa sem concessões como esta. Em última análise, é uma dissecação memorável e cheia de nuances de uma sociedade patriarcal” — The Guardian
“Escrito com raiva e paixão, O Livro do Destino é um arrebatador relato de cinco décadas de história iraniana e de quão terrível pode ser a vida das mulheres em uma sociedade patriarcal fundamentada na noção de honra” — The Independent

SOBRE A AUTORA
Parinoush Saniee é socióloga, psicóloga e trabalhou para o governo iraniano no Ministério do Trabalho. Apesar de ter sido proibido duas vezes no Irã antes de ­finalmente ser publicado, O Livro do Destino, seu primeiro romance, foi recebido com grande aclamação em diversos países. Outros romances da autora ainda estão aguardando a aprovação da censura iraniana.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email