7 de março de 2021

Líderes vão adotar medidas para proteger empregos e crescimento

Do ponto de vista da presidência da França, a resposta é sim’’, disse o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

Os líderes da UE (União Européia) se comprometeram a dar apoio para o crescimento econômico e proteção contra a redução de empregos em decorrência da crise financeira global, mas descartaram a elaboração de um pacote de estímulo econômico para os países da Europa.
“Fora do setor financeiro, o Conselho Europeu destaca sua determinação de adotar os passos necessários para apoiar o crescimento e os empregos’’, diz o comunicado final do encontro. “O conselho pede à Comissão Européia que apresente as propostas apropriadas antes do fim do ano a fim de preservar a competitividade da indústria européia’’.
O presidente da França, Nicolas Sarkozy -que também presidiu a reunião de cúpula, iniciada ontem- pediu que a Europa mostre a mesma união para lidar com o problema da desaceleração econômica que foi mostrada na elaboração de medidas para resgatar bancos e estabilizar o sistema financeiro europeu.
“Precisamos da mesma coordenação sobre a crise econômica que mostramos diante da crise financeira? Do ponto de vista da presidência da França, a resposta é sim’’, disse o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email