Lideranças expõem abandono de Manaus

Com menos de um mês para a abertura da Copa do Mundo 2014, Manaus, uma das cidades- sede do campeonato, por meio de suas secretarias municipais e orgãos fiscalizadores e realizadores, divulgou para a imprensa nesta última terça-feira (13) o relatório de status das atividades desenvolvidas para a Copa. Mediado pelo diretor-presidente da ManausCult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos), Bernardo Monteiro de Paula, o encontro serviu para expor como se encontram as ações para os setores de obras, mobilidade urbana, receptivo para turistas, capacitação e agenda cultural (Fan Fest, Public Viewings, decoração e outras) e o lançamento do primeiro aplicativo turístico do município.
As secretarias também foram integradas e unânimes em um ponto, a falta de recursos do governo federal para a capital. Era unanimidade entre todos, as reclamações pelo uso de recursos do tesouro municipal para obras relacionadas à Copa. As obras iniciadas num período de transição entre prefeitos, foram lembradas como desafiadoras. O diretor-presidente do Implurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano), Roberto Moita, reclamou das dificuldades. “Agora estamos na fase final, mas quando começamos, tínhamos muito trabalho e pouco tempo e dinheiro para as obras. Propomos estratégias que tirassem a cidade daquela paisagem de abandono e não contamos com dinheiro de fora”, resume.
A substituição do BRT (Bus Rapid Transit) e Monotrilho pelo BRS (Bus Rapid Service), foi motivo de lamentos do titular da SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos), Pedro Carvalho. “O BRS é um degrau para a melhora, mas precisamos de uma nova tecnologia, a que temos já está vencida, não é apropriada para a cidade. Fortaleza e Rio de Janeiro, por exemplo, tiveram quilômetros de melhorias nas vias e nós não recebemos nenhum tostão do governo federal. Mas iremos trabalhar com o que temos e nos esforçar para fazermos o melhor”, fecha.

De alimentos à cheia dos rios
Um ponto sempre lembrado na coletiva foi o da integração entre as secretarias municipais e demais órgãos fiscalizadores. Representantes do Ciops, (Centro Integrado de Operações de Segurança), Dvisa (Departamento de Vigilância Sanitária) e Defesa Civil do Município, expuseram números e ações que vão desde a fiscalização de alimentos à cheia do rio Negro que irá atingir algumas ruas do Centro de Manaus.
Para a mobilidade urbana, um dos pontos deficitários da cidade, o titular da SMTU destacou o planejamento para a fluidez no trânsito durante os jogos e a capacidade de evacuação em casos de eventuais problemas, como situações de pânico e manifestações. “Testamos nossa capacidade durante os jogos- testes e com simulações, creio que teremos respostas imediatas para qualquer problema de mobilidade que possamos encontrar”, conta.

Ainda o trânsito
Para o SMTU, a Copa servirá de incentivo ao uso dos meios de transporte coletivos. Para fortalecer a idéia, a superintendência disponibilizará ônibus para os portadores de ingressos para os jogos, partindo de pontos estratégicos. Mas para alguns pontos de Manaus, distantes do Quadrilátero da Copa (15 vias que circundam Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Arena da Amazônia, Ponta Negra e Centro) alguns problemas podem perdurar. Carvalho lembra dos terminais de integração e da Zona Azul (sistema de estacionamento rotativo pago) que não foi implantado ainda.
“A Seminf trabalha nos terminais e lamentamos que o Zona Azul tenha emperrado em um processo licitatório. Estes seriam alguns itens que ficariam como legado, assim como a Faixa Azul exclusiva para ônibus nas avenidas Constantino Nery e Djalma Batista,” disse.

Infraestrutura
A conclusão de 62,5 quilômetros de pavimento asfáltico no quadrilátero da Copa, implantação do complexo viário do aeroporto, plataformas de embarque e desembarque e início das obras do terminal de Integração 4, foram comemorados pelo diretor de engenharia da Seminf, Antônio Nelson, que também destacou a integração entre as pasta e a mão de obra da sua secretaria. “Nunca nos cobramos tanto e tivemos a mão de obra muito atuante, diferente da que era contratada. Adiantamos em muito o cronograma e realizamos essas ações em apenas um verão”, resume.

Capacitação para a Copa

Um dos pontos lembrados como sucesso no pré-Copa e pode ir além do campeonato, foi o Curso Intensivo em Idiomas, ministrado pelo Espi (Escola de Servico Público Municipal) para permissionários das feiras do Parque Dez e do Alvorada 1 e servidores das áreas da saúde, trânsito, segurança e turismo.
Requalificação do Centro e novos parques
As Semc (Secretaria Municipal do Centro) e Semmas (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade), que também contaram apenas com recursos próprios, elencaram suas estratégias e novidades.
A primeira, que coordena e requalifica o Centro da cidade, expôs os planos de monitoramento do comércio ambulante e projetos como ‘Centro Seguro’, ‘Viva Centro’, ‘Paço da Liberdade’ e ‘Relógio Municipal’, em fase de finalização e implantação, segundo o secretário do Centro, Glauco Francesco. “Iremos implanta estas melhorias para a segurança do visitante e do morador de Manaus, dando a estes um Centro mais digno,” conta. Para a titular da Semmas, Kátia Schweickardt, os esforços para uma melhor qualidade de vida, serão vistos nos parques que em breve passarão a funcionar. “Em alguns dias, reabriremos o Parque do Mindu e dos Bilhares. Logo será a vez da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé. Todos estes esforços contaram com verba própria, pois pensamos na cidade, as pessoas não vivem em âmbito estadual ou federal, vivemos nas cidades. Nosso legado é mostrar que existe vida além da Copa”, ressalta.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email