Liderança e as redes sociais

Quando falamos em ser líder não significa que você será um famoso, uma personalidade, um influenciador digital, mas é importante ter em mente que ao assumir um papel de liderança você já é automaticamente uma pessoa pública, já representa uma marca e também por consequência já é influencia na vida das pessoas. 

Diante desta constatação, é relevante reforçar o quanto as redes sociais passam ter importância no gerenciamento de sua reputação, cuidados com sua figura e expressões. Tenho visto líderes incríveis em seus relacionamento presenciais, em sua gestão off-line com postura um tanto “descuidada” on-line.

O objetivo não é censurar, estabelecer limites, dizer o que pode ou não fazer nas suas redes sociais, mas fazer refletir sobre o impacto positivo ou negativo das suas postagens, comentários, compartilhamentos para sua liderança ou até mesmo para o seus objetivos profissionais.

Um dos pontos que posso destacar é que como profissional você é um produto, um serviço e as redes sociais são a maneira de divulgar você, de se destacar e de mostrar quem é fora do seu ambiente de trabalho. É a oportunidade de apresentar-se de forma mais descontraída e pessoal. 

Claro que cada rede tem seus objetivos específicos. O Linkedn o de maior foco profissional, mas as demais redes não deixam de ser fonte de informação para que as pessoas vejam, escutem e percebam que é você.

Um dos desafios é começar a se perguntar: será se o que as pessoas estão vendo contribui ou atrapalha para o meu crescimento profissional? Será que sua exposição faz com que as pessoas escutem realmente o que eu gostaria que elas entendessem nesta comunicação ou tem dito o que não é positivo para sua imagem? Será que a percepção que tem causado é favorável ou desfavorável para o que busca profissionalmente? 

Pense se o que você posta, comenta, compartilha, curte trás benefícios ou pode lhe prejudicar de alguma maneira.  

Fazendo esta análise é possível criar uma proteção sobre possíveis pesquisas de futuros empregadores ou tantas oportunidades que podem nem chegar na sua porta porque foram barradas sem que você ao menos tomasse conhecimento, afinal, as empresa enxergam as redes sociais uma fonte de pesquisa para obter mais assertividade em seus processos seletivos.

Sobre a liderança diretamente, o que você tem publicado reforça o respeito, a confiança, a admiração que sustenta sua autoridade pessoal ou tem fragilizado sua credibilidade? 

Fique atento a comportamentos tendenciosos, preconceitos, discriminação, envolvimento com drogas e outras exposições que colocam em risco a sua influência.

Para contribuir, algumas dicas que podem ajudar em suas publicações que reforcem seus atributos como líder e destaquem suas competências, pontos estes importantes para a legitimidade da sua liderança:

1 – Comunique seu progresso profissional. Seus feitos, projetos, conquistas, realizações. É sempre interessante perceber sua evolução, enxergar seus sucessos e atingimento de resultados.

2 – Publique conteúdo relevante como referências profissionais da sua área, livros correlatos sua atuação e de autodesenvolvimento, artigos com temas voltados para sua atuação e de interesses gerais, biografias e afins.

3 – Siga pessoas influenciadoras da sua área de trabalho, de liderança, de desenvolvimento pessoal. Além de causar uma boa impressão, você fica sempre atualizado sobre os temas para seu aprimoramento.

4 – Tenha critérios de publicações e comentários. Avalie o quanto o que você diz e mostra podem ser usado contra você e comprometem sua vida pessoal e profissional.

5 – Cuidado com as informações pessoais. Não curta páginas com mensagens de ódio, evite fotos constrangedoras, fique atento à ortografia, não aborde temas polêmicos, não entre em discussões.

Não é sobre o que não fazer ou que deve ser feito, mas sobre saber interagir e aproveitar ao máximo esta exposição em benefício próprio, em manter relacionamentos construtivos, em aprender sobre tantos temas na palma da mão. Tenha bom senso em participar do mundo on-line e viva o melhor da tecnologia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email