Liberman defende mudança de estratégias na segurança pública

O parlamentar disse, ainda, que é preciso acabar com a invasão nas escolas pelos bandidos e com a ousadia que estes têm de enfrentar o cidadão em assaltos e outros tipos de crimes

O deputado Liberman Moreno (PHS) pediu ao Governo do Estado, em pronunciamento feito na segunda-feira, que promova uma reviravolta na sua política de segurança pública de vez que os bandidos estão cada vez mais ousados e precisam ser repreendidos com mais rigor.
Liberman Moreno afirmou que as críticas construtivas que faz servem para ajudar o governo a trilhar um caminho de bem estar para a sociedade amazonense, e pediu também aos deputados governistas que o ajudassem a pedir ao governador Eduardo Braga (PMDB) mudanças na ação policial no Estado, a fim de que os bandidos comecem a temer a polícia.

O parlamentar disse, ainda, que é preciso acabar com a invasão nas escolas pelos bandidos e com a ousadia que estes têm de enfrentar o cidadão em assaltos e outros tipos de crimes.
Criticou as palavras do comandante geral da Polícia Militar, coronel Dan Câmara, ao dizer por ocasião do carnaval que esses bandidos seriam orientados espiritualmente a não cometerem delitos e conforme ele: “um cara com uma arma na minha cabeça não vai querer saber de ouvir glórias ou aleluias; emocionalmente ele vai é cometer um crime. Temos é que pedir a Deus que nos livre desses foras da lei para que possamos preservar as famílias.”

Liberman afirmou que a polícia tem que agir como polícia, e não deixar que os cidadãos sejam abordados nos seus veículos ou em suas próprias residências.
Segundo ele, as estatísticas mostram que a cada dia que passa a violência aumenta na cidade de Manaus, daí ele achar que as autoridades da segurança pública estão mostrando estatísticas erradas ao governador, já que os crimes não estão diminuindo e sim aumentado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email