Liberação de verba pelo BCE é de US$ 129 bi

O BCE (Banco Central Europeu) injetou 94,8 bilhões de euros (US$ 129 bilhões) em fundos de emergência de bancos europeus para garantir a liquidez das instituições, devido ao aumento do temor quanto à exposição da economia americana aos créditos “subprime” (de maior risco).
Com a decisão do banco francês BNP Paribas de suspender três fundos, que movimenta cerca de US$ 2,7 bilhões, citando temores quanto aos créditos de risco nos EUA, os mercados financeiros europeus sentiram o abalo – até então, a posição geral era de que os bancos europeus estavam pouco expostos a esse risco.
O site do diário alemão “Frankfurter Allgemeine Zeitung” informou também que o banco West LB também pode estar exposto ao mercado de crédito “subprime” nos EUA. O banco disse que sua exposição a esse segmento de mercado é limitada, segundo o diário americano “The Wall Street Journal”.
Em um comunicado, o BCE informou que está oferecendo os fundos de emergência “para garantir condições de ordem no mercado europeu”.
A liberação de recursos em caráter emergencial pelo BCE foi a primeira ação do tipo desde 12 de setembro de 2001 – um dia após os ataques às torres gêmeas do World Trade Center em Nova York -, quando liberou 69,3 bilhões de euros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email