Levantamento para mudar sedes municipais do Estado

O deputado estadual Tony Medeiros (PSL), presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), mostrou ontem a necessidade sobre a realização de um grande levantamento para mudar as localizações das cidades interioranas que anualmente são cobertas pelas águas dos rios amazônicos.
Segundo o parlamentar, é preocupante a situação dos ribeirinhos e moradores das áreas alagadas no Estado, principalmente com a subida das águas do rio Negro em mais três centímetros, chegando à marca de 29,75 cm, a apenas dois centímetros da maior cheia já registrada no Estado, que atingiu a marca de 29,77 cm no ano de 2009.
A preocupação do parlamentar é que nesta quarta-feira (16) seja anunciado o registro da maior enchente já ocorrida no Amazonas, bastando para isso que se mantenha a mesma alta ocorrida na terça-feira, que foi de três centímetros.
Para Tony Medeiros, a situação é crítica, pois muitas famílias, sobretudo as que residem nas áreas próximas a Manaus, estão deixando suas casas por falta de condições para habitá-las. “As águas, não apenas invadiram as residências, como destruíram a maior parte dos móveis e utensílios domésticos, além de atrair para dentro das residências animais peçonhentos, causando risco de morte às pessoas”, assinalou Medeiros.
Tony Medeiros destacou a situação de municípios como o Careiro da Várzea e Anamã como exemplos de cidades sem condições de permanecer nas regiões de várzea onde estão situadas. Ele defende a realização de um amplo levantamento e estudo por parte do governo do Estado no sentido de estabelecer a mudança geográfica de várias sedes municipais. “Na zona rural a situação é pior, pois os agricultores perderam quase tudo o que plantaram. E aqueles que trabalham com criação de gado e outros animais, já não têm mais para onde colocá-los, devido o avanço das águas até mesmo em parte da terra firme”, explicou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email