Pesquisar
Close this search box.

Leilões da Prefeitura de Manaus arrecadam R$ 873 mil para os cofres públicos

A Prefeitura de Manaus arrecadou R$ 873 mil nos dois leilões realizados, na manhã desta quarta-feira, 27/12, nos formatos presencial, na rua Visconde de Sinimbu, nº 1.568, no bairro Flores, zona Centro-Sul, e on-line pelo endereço eletrônico https://www.vipleiloes.com.br. Os certames, organizados pela Divisão de Patrimônio da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), foram para a venda de um imóvel pertencente à Manaus Previdência e 29 lotes de bens classificados como inservíveis, incluindo dois automóveis e quatro motocicletas.

O imóvel, localizado na rua Luiz Antony, no Centro da cidade, foi arrematado pelo valor de R$ 602.411,62. À Manaus Previdência coube, ainda, o valor de arrematação de bens móveis inservíveis da instituição, vendidos por R$ 12.600, totalizando R$ 615.011,62. Os R$ 258.800 arrecadados com o restante dos itens serão incorporados aos recursos da prefeitura que, com estes, encerra este ano com quatro leilões realizados.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados desses dois leilões, porque os valores arrecadados com a venda dos lotes de bens inservíveis superaram a previsão inicial, que era de R$ 237 mil, chegando a mais de R$ 271 mil. Além, é claro, de termos sido bem-sucedidos na venda do imóvel da Manaus Previdência. Seguindo a orientação do prefeito David Almeida, temos feito um controle rigoroso do patrimônio da prefeitura e dado a destinação adequada ao que atende mais às necessidades da gestão, inclusive com a realização de leilões”, disse o titular da Semad, Ebenezer Bezerra.  

O secretário lembrou, ainda, que, com o leilão dos bens inservíveis, foi possível desocupar espaços nos depósitos e ainda contribuir para a geração de renda pelos arrematantes. “Usualmente, quem adquire esses bens são pessoas que trabalham com venda de peças, com sucatas e material do gênero. Portanto, o que foi adquirido irá não só repor o que foi investido, mas também ter algum lucro”, afirmou.

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar