Leasing passa CDC no primeiro semestre

Segundo levantamento da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadora), o leasing ultrapassou o CDC (Crédito Direto ao Consumidor) como opção de pagamento na aquisição de veículos no primeiro semestre de 2008. A modalidade atingiu 38% do total de veículos comercializados no período, contra 34% negociados à vista, 25% por meio de CDC e 3% por consórcio.
O saldo total das carteiras de CDC e leasing para pessoa física apresentou crescimento de 43,6%, saltando de R$ 90,4 bilhões em junho de 2007, para R$ 129,8 bilhões no mesmo mês deste ano. Se analisadas separadamente, a carteira de leasing aumentou 135,7%, passando de R$ 19,3 bilhões para R$ 45,5 bilhões. Já o saldo da carteira de CDC cresceu 18,6%, indo de R$ 71,1 bilhões para R$ 84,3 bilhões.
As taxas de juros praticadas em junho de 2008 apresentaram pequena elevação em comparação ao mês anterior, chegando a 21,7% ao ano (1,65% ao mês). Em maio de 2008, os juros estavam em 21,27% ao ano (1,62%). Em junho de 2007, as taxas praticadas pelos bancos das montadoras atingiram 19,42% ao ano (1,49% ano mês).
“A elevação de 0,25 pontos percentuais na taxa Selic frente a junho de 2007 refletiu nos juros praticados pelas instituições financeiras, que elevaram suas taxas um pouco acima da Selic. Este cenário, porém, não impactou nas vendas a prazo de veículos, que já são 66% do total comercializado”, afirma Luiz Montenegro, presidente da Anef.
Os planos de financiamento (CDC) ofertados pelo sistema financeiro neste semestre apresentaram queda em relação ao segundo semestre do ano passado, quando atingiam prazos de até 84 meses. O plano máximo oferecido no 1º semestre de 2008 foi de 72 meses, o mesmo registrado no 1º semestre de 2007. Porém, enquanto na época o plano médio era crescente e atingia 39 meses, neste semestre o plano médio alcança 42 meses. “É importante ressaltar que desde fevereiro deste ano, os planos máximos e médios se mantêm estáveis, fruto de uma acomodação natural do mercado”, completa Montenegro.
A carteira de Leasing para aquisição de automóveis (pessoa física e jurídica) cresceu 105,2% sobre o mesmo período de 2007, alcançando R$ 90,7 bilhões ante R$ 44,2 bilhões em junho do ano passado. O saldo das operações destinadas às pessoas físicas, de R$ 45,5 bilhões, ultrapassou pela primeira vez desde 2.000 o saldo das operações direcionadas às pessoas jurídicas, que alcançou R$ 45,2 bilhões. O índice de inadimplência acima de 90 dias para financiamento de veículos por meio de CDC apresentou leve queda em relação ao registrado em maio, chegando a 3,56% da carteira. Em junho de 2007 este valor estava em 3,23%. “A inadimplência registrada no período vem apontando leve declínio, além de estar abaixo do índice de 7%, referente a inadimplência do total do crédito concedido à pessoas físicas”, ressalta Montenegro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email