Lean startup para sua carreira

Eu acredito que existe muito potencial em você e uma gama de oportunidades disponíveis para você fazer uso de todo o seu talento, dons e competências, mesmo em cenário de dificuldades e adversidades e o quanto as habilidades instaladas em você tem muito o que contribuir para a mudança para um mundo melhor e relações humanas cada vez mais saudáveis, porém, antes disso, antes disto, você mesmo precisa reconhecer, descobrir-se e mudar o que for necessário para ser mais luz.

Eu atuo muito mais em organizações e em muitas empresas, vejo a necessidades de seus profissionais repensarem seu papel dentro da empresa e da sua autorresponsabilidade sobre suas carreiras e profissões. Pensando nisto, acredito que práticas da metodologia lean nos seus processos e rotinas de trabalho e até na vida pessoal trariam benefícios incríveis para todos os envolvidos.

Deixa eu explicar um pouco e estimula-lo a busca de mais conhecimento sobre o tempo e sua aplicabilidade na sua vida prática. O conceito de Lean Startup foi criado com o intuito de melhorar resultados através de experimentação e de processos simples que formam o ciclo de “Construir, Mediar e Aprender” e vem se tornando cada vez mais popular também em grandes empresas, sejam elas do mercado digital ou não.

O objetivo global do Lean é criar uma cultura de melhoria contínua baseada em um forte engajamento de todos os colaboradores envolvidos. Imagine você buscando entender o cenário de sua carreira atual e entendendo através de técnicas e métodos forma de melhora-la? A ideia central do Lean é maximizar o valor do cliente, minimizando o desperdício. Conceitos estes já percebidos por nós, nas metodologias ágeis. Assim, os meios lean criam mais valor para os clientes com menos recursos, e tem um forte foco nos processos de criação dos resultados e a necessidade de ser sistemática para medir e relatar os resultados de melhoria.

Como profissional, você também representa um produto ou serviço que é você e o quanto mais você procurar atender seus clientes, sejam eles seus gestores, pares ou outros, tanto mais você mostra-se diferenciado e importante para estas pessoas e para as organizações, mesmo sem um contrato de trabalho formal estabelecido. Este é o profissional do futuro, o que gera valor e com isto as opções de trabalhabilidade.


Dentro de uma organização enxuta gestores devem desempenhar o papel como facilitadores em uma organização de aprendizagem, com a delegação clara e uma comunicação aberta. Lean usa uma abordagem bottom-up: isto significa que aqueles que fazem o trabalho prático tem de ser envolvidos no processo de melhoria e que as ideias e ações tem que ser de propriedade dos envolvidos e uma vez que serão os mesmos que terão de implementar as ações.

E o que sua carreira tem a ver com isso? Tudo! O ciclo do Lean Startup está diretamente associado à cultura de uma empresa, afinal, se eu não permito que o meu time erre, por exemplo, como consigo experimentar novos processos a fim de encontrar melhores soluções e produtos? Sobre isto, que tal entender suas limitações, abraçar suas imperfeições, encontrar nos seus pontos fracos o caminho de relacionamentos complementares? Lembro-me da oportunidade que tive de conhecer diversas empresas no Vale do Silício, como Google, Linkedin, Sales Force, Intel e tantas outras para notar que as maiores  startups do mundo, além de ideias altamente inovadoras contam com um time extremamente capacitado e com uma cultura sólida, mas ao mesmo tempo, prontas para entender rapidamente o que não funciona para encontrar uma rota de solução.

Você pode e precisa ser este profissional que empenha-se em fazer o melhor, que dedica-se para resolver os problemas e estuda para que os indicadores sejam alcançados, por que ser Lean é fazer com simplicidades e solucionar rapidamente as rotas equivocadas.

O termo pode ser traduzido como “startup enxuta” e a ideia central dessa metodologia é baseada em evitar desperdício de tempo e recursos em um produto ou serviço obtendo, ainda assim, mais qualidade em seu processo final. Você, como profissional no seu crescimento, tem eliminado desperdícios, sabe como? De tempo? Quantas horas gastas em programas de tv sem sentido? Desperdício de energia? Quanto tempo realizando atividades sem proposito somente para ficar ocupado? E tantos outros desperdícios diários que a falta de foco, priorização e gerenciamento nos tras.

Nessa metodologia, a empresa vai ao mercado pedir a opinião de potenciais consumidores ou clientes sobre todos os elementos do modelo de negócios, incluindo características do produto, preços, canais de distribuição e estratégias econômicas. A empresa cria com rapidez um produto mínimo viável e busca a opinião do cliente o mais rápido possível. Com base nas respostas obtidas, busca novas versões e faz ajustes até encontrar o produto ideal. Você como profissional, tem buscado entender o quanto tem gerado para sua família, seus amigos, a empresa que você trabalha?

A busca de autoconhecimento com feedback transparente e sincero nos faz crescer, nos mobiliza a evoluir. Este aberto para pedir que pessoas possam sinalizar o que você tem feito que não funciona, da mesma forma apontar seus erros e oportunidades de melhoria. Muito profissionais não avançam pela falta de humildade em pedir ajudar. Dentro deste desafio, reconheço que pode existir uma resistência natural frente a uma mudança e a falta de entendimento dos benefícios de mudar costumam ser os principais obstáculos. Nesse sentido, é importante contar com apoio para que a mudança se concretize.

Em resumo para que você busque mais dados, quero que entenda o conceito de Lean Startup difundido por Eric Ries no livro “The Lean Startup” a partir de uma experiência própria que teve durante anos como empreendedor, consultor e criador de startups. Ele buscou a base da filosofia japonesa do Lean Manufacturing para repensar e propor um modelo de criação chamado de Lean Startup, que busca a identificação e eliminação de desperdícios, e tem sido largamente utilizado para pensar e acelerar empresas em todo o mundo, e, porque não para você que quer se transformar?

A razão para isto é que o Lean tem como base princípios bastante simples e metodologias práticas que podem ser adaptadas para a análise e a resolução de tarefas diferentes, o que representa uma excelente forma de aperfeiçoar as práticas de uma carreira de sucesso.

Os cinco princípios básicos do Lean são:

• Valor: O que cria valor para o seu cliente?

O que você tem criado de valor para todos ao seu redor?
• Fluxo de valor: evitar o desperdício: Identificar as atividades que criam resíduos.

Quais situações representa perda de energia, recurso, dinheiro, tempo?
• Fluxo: Criar fluxos que corram da melhor maneira possível – com poucas paradas, de acordo com as necessidades.

Conhecer de gerenciamento do tempo e produtividade ajudará você no foco do que realmente importa.

Melhoria contínua: Criar uma cultura onde tudo contribui para a melhoria contínua; Melhoria contínua deve ser sistematizada.

Você tem utilizado de diversas fontes de informação para entender o que precisa fazer para evoluir e avançar?

Eu convido você a pensar fora da caixa ou como diz um cliente, pelo menos pensar em uma caixa maior: Se você não utilizar de métodos para resolver os problemas, ultrapassar obstáculos, construir novos mapas continuará andando nas estradas que sempre andou e com isto, chegando somente até onde chegou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email