Latinos emplacam comunicação via satélite

Na visão da empresa, há um grande potencial de negócios envolvendo aplicações de vídeo, televisão de alta definição (HDTV), dados IP e projetos de e-Gov na modalidade Sistemas de Satélite Fixo (FSS) nos próximos anos.
Para o presidente vice-presidente de marketing da companhia, Rick Mortelaro, a cada dia os serviços IP em banda larga via satélite usando VSATs são vistos como o principal orientador do crescimento da demanda por FSS até 2010.
Uma pesquisa da Euroconsult ressalta que 55% da demanda total de transponders de satélite na América Latina é por serviços de vídeo. “Hoje, mais de 90% das transmissões televisivas em todo o mundo são feitas via satélite”, observou Mortelaro. “E a expectativa é que alternativas de vídeo terrestre, como o IPTV, ainda usem satélites para a oferta de alguns serviços e atraiam uma pequena porcentagem (5%) dos aparelhos de TV até 2010”, acrescentou o executivo.
Para Mortelaro, o satélite é a opção ideal para a distribuição de programação televisiva. “Na América Latina, a TV é fundamental para as identidades e culturas nacionais. São cerca de cem milhões de residências com TV e ainda há muito para crescer”, lembrou.
Por outro lado, as Redes IP via Satélite estão crescendo rapidamente, mesmo em regiões altamente desenvolvidas e com infra-estrutura de fibra óptica. Na América Latina existem mais de 45 mil pontos IP em banda larga via satélite e estima-se que esse número irá dobrar até 2010, de acordo com a Northern Sky Research.
Para a Loral Skynet, a América Latina terá crescimento expressivo de aplicações baseadas em ambientes móveis e de satélite. “O Brasil, por sua vez, será responsável por um terço deste mercado e a banda via satélite terá posição privilegiada para ajudar o país a acabar com o divisor digital”, concluiu Mortelaro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email