Lady Driver tem alta adesão em Manaus

Em fase de implantação de cadastramento, o aplicativo de transporte de passageiros voltado às mulheres, batizado como Lady Driver, está com alta adesão, triplicando o cadastro no sistema. Até o momento, cerca de 600 motoristas mulheres se cadastraram na ferramenta. A resposta favorável ao mercado deu-se logo após o evento de inauguração da plataforma, realizado na terça-feira (17).

A Diretora Regional da Lady Driver, Sônia Rodrigues, está animada com o retorno imediato e garante que a expectativa da empresa em relação ao Amazonas é a melhor possível. “Nós enxergamos em Manaus uma cidade promissora como se diz popularmente – é uma terra de oportunidades. Nós acreditamos nisso. Nós temos uma estatística de mais de 400 mil  mulheres que são habilitadas na capital e nosso planejamento estratégico inicial, é colocarmos, no mínimo, mil mulheres trabalhando como motoristas nesse processo”. 

O Lady Driver vai dividir espaço com outros apps que prestam o mesmo serviço na cidade, mas isso não é um problema para a empresa já que a diferença de valor em relação aos tradicionais aplicativos de mobilidade está associado à qualidade dos serviços oferecidos as motoristas (ladys) e aos passageiros. “A nossa empresa não acredita nessa prática que os demais aplicativos utilizam. A nossa filosofia é valorizar o trabalho da mulher como motoristas, bem como a preferência do sexo feminino como passageira. Nós estamos entrando com o compromisso diferenciado dos outros apps onde temos a responsabilidade tanto ao  atendimento à mulher a  partir do momento que ela solicita a corrida, quanto a sua segurança e a mesma preocupação se estende às nossas motoristas que devem ser bem remuneradas para estarem diariamente felizes e comprometidas para oferecer o melhor atendimento com serviço de qualidade”, garante Sônia. 

Em relação a dinâmica das corridas Sônia explica que são de acordo com o fluxo de trânsito e não podia ser diferente, considerando que o insumo principal  do serviço e para o veículo que está sendo utilizado é o combustível. “E nós sabemos que hoje é um produto muito caro que tem prejudicado muito o trabalho desses profissionais em geral. Nesse sentido, o Lady Driver não é diferente. Nós nos preocupamos que as taxas são variáveis de acordo com o fluxo, trânsito, momento de rush, engarrafamentos, o tempo dessa corrida praticamente dobra então a taxa dessas corridas devem acompanhar esse fluxo”. 

O outro diferencial da plataforma apontado por ela é a segurança da mulher. A empresa tem o compromisso desde o primeiro momento em que ela acessa o aplicativo e faz o cadastro. Essa usuária passa por uma análise cadastral e as motoristas até com mais rigor, inclusive em relação a antecedentes criminais. Além do app ter  taxas de remuneração diferenciadas, a retenção do aplicativo é infinitamente inferior à prática dos demais, consequentemente isso oferece a ela um ganho muito superior a qualquer outra plataforma do mercado.

“Inclusive priorizamos o investimento pessoal da nossa equipe, elas precisam ser capacitadas a nível de relacionamento interpessoal. Recebem treinamento sobre o marketing pessoal, atendimento ao cliente e todas as contribuições técnicas que se fazem necessárias para fazer dessa mulher um profissional adequado, eficaz e eficiente para atender outras mulheres que também são bastante exigentes em relação ao serviço”, pontua.

Sobre o perfil das motoristas varia de estudantes a senhoras aposentadas, que precisam complementar a renda e não encontram oportunidades no mercado de trabalho.

Parceria 

O serviço conta com o apoio e parceria da  Prefeitura de Manaus, por meio da Semtepi (Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação).

“Conforme a determinação do prefeito David Almeida, a Semtepi tem a obrigação de implementar um distrito de inovação. Nós entendemos que nada caminha ou cresce dentro do poder público, se não houver incentivo. Fomentar o empreendedorismo feminino aqui em Manaus não é difícil, porque as mulheres se engajam, elas acreditam”, destaca o titular da Semtepi, Radyr Júnior.

Cadastro

O serviço, que é semelhante às plataformas Uber e 99, está disponível para celulares Android e iPhone (iOS). Para o cadastro de interessadas em fazer parte do aplicativo de motoristas, basta baixá-lo e seguir o passo a passo (https://ladydriver.com.br/).

De acordo com a empresa, o início das operações dos serviços está previsto para o fim de agosto no mais tardar começo de setembro de 2021. 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email