Kasinski aposta em diversificação e ampliação

Recomposta da turbulência gerada pela crise econômica global, a Kasinski, que registrou crescimento de 37% em setembro e outubro ante aos demais meses de 2009, reforça seus investimentos no PIM (Polo Industrial de Manaus) e inicia nova fase de contratação de mão-de-obra. A meta da fabricante de motocicletas é reforçar seu quadro de pessoal com 120 novos colaboradores até abril, o que deve somar 200 até o fim do ano que vem.
Toda essa disposição está focada na projeção da empresa de aumentar sua produção mensal para 2.500 motocicletas a partir de 2010. Um incremento de 127% em relação à média (1.100) que vinha fabricando neste ano. “Nos últimos dois meses do ano -novembro e dezembro- sempre existe uma demanda maior decorrente do período natalino e a empresa já está sentindo esse incremento”, informou o presidente da companhia, Cláudio Rosa Júnior.
Incremento mesmo deve ocorrer a partir da inauguração de parte da nova unidade fabril da empresa no Distrito Industrial 3 (na Torquato Tapajós), no primeiro semestre do próximo ano. As novas instalações fazem parte do investimento de R$ 80 milhões na estruturação da companhia após a venda para a CR Zongshen do Brasil, em julho último. Cláudio Rosa informou que a estruturação inclui a construção de um novo complexo industrial, capacitado para produzir 180 mil motos por ano, contra 20 mil da estrutura atual.

Novo complexo

Com o novo complexo industrial, que estará totalmente pronto somente em 2011, a empresa vai poder trazer para Manaus, inclusive instalar no próprio terreno da fábrica, alguns fornecedores chineses da Kasinski. “Queremos formar um cluster de empresas que nos forneçam peças, componentes e insumos”, informou Cláudio Rosa, acrescentando que atualmente parte da matéria-prima da Kasinski vem de São Paulo e o restante é importado de Coréia, China,Taiwan e Itália.
A partir das novas instalações, a Kasinski, que atualmente produz no PIM 12 modelos de motocicletas -de 110 a 650 cilindradas-, vai incluir em seu portifólio produtos de força, como gerador, motores estacionários, de popa e de bomba. Todo esse investimento tem como foco conquistar maior fatia do mercado nacional de motocicletas. “Nossa meta é conquistar 5% desse mercado nos próximos três anos. Atualmente temos menos de 1%”, admitiu o dirigente, ressaltando que toda a produção de motos atende o mercado nacional.
Segundo Cláudio Rosa, as ações da companhia têm sido pontuais nas áreas fabril, comercial e de produtos. “Renegociamos com nossos fornecedores e parceiros e conseguimos redução de 15% nos custos, cujo valor foi repassado diretamente ao nossos clientes, por meio da diminuição do preço da linha de motos”, detalhou.

Motoneta elétrica é destaque

Entre os destaques de motocicletas da Kasinski está uma motoneta elétrica, que está em exposição no estande da empresa na 5ª Fiam 2009 (Feira Internacional da Amazônia), que encerra no fim de semana.
O concessionário dos produtos da Kasinski em Manaus, Fábio Garcia, informou que os produtos da fabricante estão tendo uma boa projeção no mercado, principalmente a linha de alta cilindrada -250 cilindradas-, por se tratarem de produtos especiais, com injeção eletrônica e tecnologia embarcada (testes e concertos são feitos através de um computador acoplado na motocicleta).

Top de linha

Garcia informou que está comercializando os produtos da marca desde outubro último e está tendo uma boa performance de vendas, principalmente das motocicletas top de linha, que são as de 250 cilindradas. “A feira é uma vitrine, logo é a oportunidade de mostrarmos as novas tecnologias de mercado, e isso gera uma grande expectativa de venda após a Fiam”, finalizou o concessionário.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email