Karen Francis reinterpreta EP “Acontecer” em show gravado no Sonora Music

Três anos depois do lançamento do EP “Acontecer”, a cantora amazonense Karen Francis reapresenta o seu material de estreia com uma nova roupagem na produção audiovisual “Acontecer – Ao Vivo”, que será lançada no canal da artista no YouTube (is.gd/canalKarenFrancis) nesta sexta-feira (9), às 11h. 

O projeto “Acontecer – Ao Vivo” foi contemplado pelo edital emergencial Prêmio Feliciano Lana – Lei Aldir Blanc e conta com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da SEC (Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa), e do governo federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura .

O áudio do show também estará disponível nas plataformas de streaming (Spotify, Deezer, Apple Music) no mesmo dia.

Assista: bit.ly/AcontecerAoVivo

Com uma câmera intimista e um cenário de folhas caídas que representam a renovação e o encerramento de um ciclo, “Acontecer – Ao Vivo” reúne as cinco faixas da obra original, sobre dramas amorosos, liberdade e desejos, desta vez com novos arranjos e uma atmosfera mais guiada pelo ritmo do R&B.

“Eu lancei o EP ‘Acontecer’ em 2018, sem muita pretensão e sem imaginar onde ele poderia me levar. “Como atualmente estou trabalhando na produção do meu próximo álbum, achei justo encerrar o ciclo dessa obra com esse show lindo que fizemos e me despedir de um período tão nostálgico e importante pra mim e pra quem me acompanha”.

A apresentação ao vivo foi gravada no estúdio Sonora Music, em maio de 2021, e contou com direção geral da própria Karen e direção audiovisual e de arte de Anna Suav. Por conta da pandemia de Covid-19, o show não teve público, e parte da fase de ensaios teve que ser feita de maneira remota.

“Pra tudo isso acontecer, eu, a Elisa Maia (que fez a direção musical) e o Neil Armstrong Jr. (que pensou no desenvolvimento dos arranjos) deixamos tudo alinhado antes da minha viagem, o que envolvia arranjos bem explicados e a minha voz pré-gravada no tom e no tempo de cada música”.

Repertório de cara nova – Debut musical da cantora, “Acontecer” foi gravado em Blumenau (SC) e lançado quando Karen tinha 18 anos de idade. O EP contou com a assinatura do produtor catarinense Marlon Heimann. A artista se prepara para apresentar seu primeiro álbum, mesclando R&B, afrobeat e rap, com lançamento previsto ainda para 2021.

‘CircuLAR[te]’ apresenta peça em municípios do AM

Foto: Divulgação

A Companhia Arte em Movimento Zona Cultural inicia, neste fim de semana, o projeto ‘CircuLAR[te]’, uma peça de teatro inspirado nas obras do dramaturgo espanhol Fernando Arrabal que irá circular pelos municípios de Rio Preto da Eva, Manacapuru, Iranduba e Presidente Figueiredo. 

O projeto foi contemplado no edital Prêmio Encontro das Artes – Lei Aldir Blanc, promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

O primeiro município a ser visitado será Rio Preto da Eva, neste fim de semana. No sábado e no domingo, às 19h, o grupo apresentará o projeto na Secretaria Municipal de Educação, Desporto e Lazer do município, localizada na rua Gov. Plínio Coelho, s/nº, Bairro Segunda Etapa. A apresentação terá um número limitado de espectadores seguindo as recomendações de prevenção e segurança contra a Covid-19.

“Beiradão – o Ritmo do Interior’ é o novo documentário do som ribeirinho para o mundo

Foto: Divulgação

O músico saxofonista Fidel Graça e os diretores de audiovisual, Luiz Cláudio e Thiago Alencar estão preparando um documentário sobre o “som do beiradão”, um ritmo típico que contagia as comunidades ribeirinhas do Amazonas, protagonizado, geralmente, pelo saxofone.

Intitulado “Beiradão – O ritmo do interior”, o documentário vai mostrar, segundo o diretor Luiz Cláudio, depoimentos de músicos e personalidades ligadas à música regional amazonense, o som do beiradão, suas origens e influências. O beiradão é conhecido pelo sax alto que se funde a uma mistura de diversos ritmos, entre eles o carimbó, merengue, lambada, cumbia, forró, salsa, xote e música latina. O gênero ganhou o nome por ser a música mais tocada nas festas de beiradão.

O depoimento de Teixeira de Manaus, músico precursor do movimento musical no Amazonas, já tem presença confirmada no documentário. Amado pelos ribeirinhos do interior do Estado, o saxofonista foi um dos maiores vendedores de LPs no Brasil durante a década de 1980.

O documentário também vai contar com depoimentos de grandes nomes como o do maestro Cláudio Abrantes, Barroncas (Raízes Caboclas), Neil Armstrong (Músico da Orquestra de Violões do AM), Edvar (Músico e ex-prefeito de Borba), Toinho Cidade (ex-secretário de Cultura de Borba), Ernesto (regatão de Borba) e muito mais. A conclusão e lançamento do projeto estão previstos para o final deste semestre.

Festival de Cinema Olhar do Norte já começou

Foto: Divulgação

Começou na última quinta-feira (8) o Festival de Cinema Olhar do Norte, que apresenta, gratuitamente, em seu site (www.festivalolhardonorte.com), curtas e longas-metragens produzidos no Brasil e, especialmente, na região Norte do país. Aberto com o longa “Arábia”, de Affonso Uchoa e João Dummans, o Festival vai até 21 de outubro deste ano, apresentando, sempre às quintas-feiras, às 19h, filmes brasileiros que tiveram destaque em circuitos nacionais e internacionais, mas que não conseguiram chegar às salas de cinema de Manaus ou ficaram por curto período de tempo em cartaz.

O filme “Arábia” conta a história de André, que encontra um diário de um trabalhador de uma vila operária em Ouro Preto e, por meio da leitura das páginas, acaba entrando em contato com a comovente trajetória de vida de Cristiano, em meio às mudanças sociais e políticas do Brasil nos últimos dez anos. O curta “No dia seguinte ninguém morreu”, de Gabriel Bravo de Lima, narra a história surreal e perturbadora do dia em que a morte deixou de existir em Manaus.

O Festival Olhar do Norte é uma criação da Artrupe Produções Artísticas, uma iniciativa legitimamente manauara.

Cantora Márcia Siqueira estreia samba de roda em Manaus

Uma das cantoras mais aclamadas do Amazonas, a cantora Márcia Siqueira passeia por diversos ritmos que vão da MPB até o samba. Seu vasto repertório a credencia a lançar seu novo projeto:  “Sambinha da Márcia”, no sábado (17), no gastrobar Luar de Uaicurapá, localizado na rua Rio Madeira, 452, no Vieiralves. O show começa às 18h e conta com as participações dos cantores James Rios e Cláudia Trindade.

A roda de samba idealizada pela cantora receberá convidados diferentes a cada edição, e terá uma temporada curta. O evento segue os moldes das rodas de samba comuns, mas com formato intimista e diferente dos shows em palco.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email