9 de maio de 2021

Desembargador rejeita pedido de prisão de David Almeida

O desembargador Délcio Luis Santos indeferiu pedido de prisão preventiva do prefeito de Manaus, David Almeida. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Estado (MP-AM) na apuração do episódio denominado de fura-fila, com a vacinação de pessoas, incluindo autoridades, que não estão incluídas no grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde.

Na primeira decisão sobre o pedido do MP-AM, na quarta-feira, dia 27, o desembargador José Saraiva dos Santos decidiu transferir o caso para a Justiça federal argumentando que as vacinas envolvem recursos federais, segundo ele. 

O MP-AM recorreu da decisão através de um Mandado de Segurança e o pedido foi acatado pelo TJAM. Analisado agora pelo desembargador Délcio Luis Santos, o pedido de prisão preventiva foi indeferido em decisão proferida na noite de sexta-feira, dia 29.

O MP-AM pedia ainda o afastamento de David Almeida e de Shádia Fraxe dos cargos com base nas informações levantadas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado).

O prefeito David Almeida disse que iria acionar os promotores por conduta irregular e que a motivação decorria do fato de o prefeito buscar “salvar vidas”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email